terça-feira, 15 de julho de 2008

As cores MetalFX® fizeram sucesso na Drupa 2008

Pelos vistos este novo processo de dar aspecto metálico às cores CMYK, o MetalFX®, fez furor na Drupa 2008. É que a equipa desta novidade estão imensamente satisfeitos com os resultados e também pelo interesse que os visitantes manifestaram.
Chegam mesmo a afirmar que valeu todos os custos do stand da MetalFX® Technology, como poderão ver pelas afirmações de satisfação deles no site próprio. Clicar aqui.

Na verdade, este novo processo de dar aspecto metálico às cores parece ser bastante interessante.

"Já imaginou criar um trabalho em que fosse necessário imprimir 20 cores metalizadas? De certeza que não, pois o custo de impressão seria astronómico.

O MetalFX® é um conceito revolucionário que lhe permite utilizar apenas um Ouro ou Prata MFX e o CMYK normal, para imprimir um nº ilimitado de cores metalizadas, assim como criar efeitos holográficos.
Para impressionar os seus clientes com inovação e diferenciação, o Metal-FX é a solução ideal.


Como funciona?
Antigamente, se quisesse imprimir mais de uma cor metálica no mesmo trabalho, teria que fazer uma impressão extra para cada uma das cores (uma para o ouro, uma para a prata, uma para o azul metálico e assim por diante). Com o MetalFX , o custo de impressão é reduzido drasticamente podendo imprimir todas as cores metálicas possíveis e imaginárias. A transparência das tintas CMYK permite à base MFX brilhar, criando um conjunto de cores vibrantes.

O sistema incorpora catálogos de cores metálicas MetalFX® e um software de plugins que é importado para o software principal tais como o Adobe Photoshop®, Illustrator®, Artpro®, Indesign®, PageMaker®, Macromedia Freehand® e Quark_XpressTM.

O Metal-FX tem revolucionado o mercado gráfico pois permite criar efeitos até hoje inimagináveis em catálogos de carros, imagens, embalagens, capas de revista, bilhetes com marcas de segurança, etc." In Portal das Artes Gráficas

Por acaso sinto-me muito curioso em ver resultados desta tecnologia. Realmente o processo CMYK precisa de mais interesse. E na verdade, até que é um processo muito simples e lógico. Sobrepor ou juntar á impressão CMYK uma cor metalizada como o prata e/ou ouro.

A década passada viu surgir o método de impressão a 6 cores, Hexacromia, que permitia com o acréscimo de mais duas cores uma expansão das possibilidades. No entanto não se generalizou em grande escala. Mas terias sido muito importante uma vez que os limites do CMYK já não dá para grandes vôos cromáticos...
O problema por cá é que as margens já são tão apertadas que se o trabalho tiver ainda mais cores não se ganha nada. Foi isso que fez com que a Hexa não se generalizasse como merecia (e nem o software criativo deu o empurrão necessário).

Acho que este processo não vai dar mais cores ao CMYK mas sim torná-las mais impressionantes e distintas no meio de qualquer projecto. Se se usar CMYK + 1cor FX não vão fazer muita diferença nos custos. É que os brilhos glossy junto da metalização vão fazer algum furor por aí e isso faz retorno. É preciso é investir... e que os rivais já tenha MetalFX®, caso ainda estivermos pouco receptivos.

Segundo a marca afirma já foi impressa uma edição da Advanced Photoshop, com a capa da Medusa com este processo e o staff da revista ficou encantado com os resultados do processo.

Em Portugal quem dá suporte a esta novidade é a Induquimica...

2 comentários:

filipe.sousa disse...

Posso dizer que é impressionante ver trabalhos impressos com Metal-FX, pelo que recomendo que solicitem um catálogo à Induquimica ou à Metal-FX. O primeiro trabalho em Metal-FX em Portugal, deve sair esta semana, é uma publicidade da "Diesel Gold Label", impresso com Ouro MFX + CMYK. Vale a pena ver !

ArmPauloFerreira disse...

Obrigado pela dica Filipe Sousa e pelo feedback principalmente. São raros os casos de alguém falar disso mas tenho fé no MetalFX por isso decidi dedicar um artigo.
Ainda não tive a sorte de ver um exemplar mas vamos pedir à Induquimica amostras sim.