terça-feira, 20 de outubro de 2009

Apple round-up: novos iMac, novo rato Magic Mouse, novo MacBook, novo Apple Remote e Mac minis

Novos iMac...


O iMac foi renovado e passa agora a contar imensas características impressionantes:
- melhores displays full-HD, iluminados por LED, desta vez em verdadeiro 16:9 (e não o mais alto 16:10) e em novas dimensões de 21,5" (1920x1080) e 27" (2560x1440);
- no seu interior conta já com processadores quad-core na versão de 27" (Core i5 a 2,6Mhz ou Core i7 a 2,8 Mhz) e na versão 21,5" com processadores dual-core (a 3,06Mhz ou 3,33Mhz);
- novas placas gráficas Nvidia ou ATI de última geração com 256Mb ou 512 Mb;
- disco interno com 500 Gb (para o 21,5") ou 1 Tb no 27";
- 4 Gb de RAM;
- slot na lateral para cartões de memória SD;
- 1x Firewire 800, 4x USB2.0, gigabit ethernet, wi-fi n, bluetooth, iSight,
- novo rato Magic Mouse (wireless) e teclado wireless standard para todos os modelos;
- e outros detalhes novos ao nivel do design como a nova base que o sustenta que é agora mas fina na ponta para parecer desaparecer na mesa; o vidro do monitor vai até ás pontas; novas colunas; a iSight por trás do vidro fica ainda mais discreta;...



Novo rato Magic Mouse...


A Apple volta a inovar e apresenta-nos um rato multi-touch.
Totalmente sem botões reage por toque, da mesma maneira como funciona o iPhone.
E faz muito mais do que apenas clicar: toque contextual, faz scroll nas várias direcções (360°) por movimentação dos dedos, reproduz gestos com dois dedos, etc.
Muito bonito e super-interessante!



Novo MacBook...


A incógnita da Apple era para mim o existente MacBook branco depois de ter saído o MacBook Pro 13".
Eis que a Apple o renova e lhe dá um corpo ainda mais bonito e com menos ângulos (agora está mais redondinho), trackpad multi-toque (suporta gestos) e com uma potente bateria para 7 horas.
Continua é sem FireWire...

...e ainda:
Novo Apple Remote...

... melhoramentos nos Time capsule e no Airport Extreme;
...e novos Mac mini.
Melhorados e com uma variante Server (consultar aqui artigo dedicado ao mini)

4 comentários:

Hélder Medeiros disse...

EU QUEEEERO!!!

Zé Miguel disse...

Este macbook é muito apetecível!!! Quase o mesmo que o Macbook pro 13", mas por menos 200€. O aluminio custa...

João Sousa disse...

Tiro o chapéu à Apple. Isto é um conjunto de produtos bastante apetecíveis.

Em relação ao rato, lembrei-me de como o Steve Jobs era acusado de teimosia por não lançar ratos com mais do que um botão. Pois agora ainda foi mais longe na teimosia: lançou um rato SEM botão.

Contudo, eu estou um tanto céptico em relação à usabilidade de tal produto. Mas também o estava inicialmente em relação a usar um iPhone para digitar textos. Após usar o iPod Touch de um cliente durante uma meia-hora, começava a apanhar-lhe o jeito. Por isso, já aprendi a dar o benefício da dúvida às soluções que a Apple apresenta. E faço a honra ao Steve Jobs: ele não costuma permitir o lançamento de produtos com usabilidade questionável.

Não falaste do mal-amado Mini. Achei interessante lançarem uma versão "MiniServidor", com o OS X Server. Nem de propósito, eu de há muito venho defendendo que o Mini tem todas as características para ser um servidor de entrada. E além disso, simpatizo com o seu conceito. Quando penso em qual a máquina que adquirirei quando este PC estiver em tempo de ser substituído, um Mini entra sempre na equação.

Um iMac com quad-core... ena pá! Até deve voar.

ArmPauloFerreira disse...

O MacBook está verdadeiramente uma boa opção portátil Apple a bom preço. mesmo assim o MacBook pro tem detalhes que o tonam muito mais valioso (aluminio, FireWire 800, teclado iluminado, SD slot, etc).

Este novo iMac é finalmente um Mac prosumer!
o iMac para mim mais interessante é o entrada de gama: um maquinão a 1099€!
Até já traz o novo rato e o teclado wireless!
Acho as 27" um exagero de tamanho (mas que dá jeito também princiaplmte aquels que o usarão para tratar video HD). Mesmo assim acho o topo-de-gama impressionante e super valioso (a bom preço temos: 27", quad-core e valente ATI 512 Mb).

O Mac mini... mereceu um artigo á parte e mais dedicado.