quinta-feira, 8 de abril de 2010

Pink Floyd vencem a EMI sobre os downloads individuais

No seguimento de uma noticia já aqui publicada (rever artigo), diz na revista Blitz de Abril que, os "Pink Floyd, uma das jóias da coroa da EMI, conseguiram impedir a venda de canções suas, isoladamente, em formato digital.
"Ambas as partes foram confrontadas com todo um novo potencial de exploração"desde que os Pink Floyd assinaram o ultimo contrato, em 1999, argumentou o advogado da banda. O juiz ordenou o pagamento imediato de 66 mil euros à banda, enquanto é determinado o valor dos direitos das vendas legais."

Ora bem... acho bem que se lhes pague de imediato pois os dois membros restantes (mais o Roger Waters na parte que lhe calhará ainda) estão bem avançados na idade, portanto têm pouco tempo para esperar.
Depois, gostaria de ver a evolução final em termos de lojas digitais (iTunes por exemplo), se os acontece alguma mudança novo no estilo de vendas.

Eu penso que as colectâneas dos Pink, poderiam muito bem vender as faixas isoladas... afinal são colectâneas apenas com partes de vários álbuns.
Já os álbuns... poderiam disponibiliar em apenas as faixas que foram constituídas singles, tais como as "Another Brick in The Wall, pt2", "Learning to fly" ou "Take it Bake" por exemplo, entre muitas outras que viram edição em single. O resto do álbum apenas a opção de compra da totalidade.

2 comentários:

Nekas disse...

Esqueceste-te de mencionar uma das músicas da minha vida - "I wish you were here"! :)

Abraço
Cinema as my World

ArmPauloFerreira disse...

Salvo erro, do original de 1975 não saiu como single nenhuma faixa. Os Pink Floyd entre 70 a 79 não lançaram singles comerciais ao publico (apenas promocionais para rádios e tal) Depois dos tempos do 1º álbum só voltaram aos singles com o The Wall em 1979.