terça-feira, 29 de junho de 2010

E Portugal vem embora do Mundial...

Terminou a aventura sul africana.
O filme já se previa e este é dos que não tem um twist no final... eliminado é eliminado.
Acabou-se!



Fonte da imagem / póster : "Reflexões de um cão com pulgas"


Estava tudo bem até Queirós fazer as más substituições que faz sempre. Perdemos aí quando ele inventou e mexeu na estrutura da equipa. A insisttencia na nulidade Danny deu nisto...

9 comentários:

Zé Miguel disse...

Confesso que o golo deles parece fora de jogo...

De qualquer forma acho que fizemos um bom jogo. Foi bastante equilibrado. Não percebo porque é que o ronaldo é posto naquela posição e porque é que o arbitro nunca marcava as faltas sobre o ronaldo... :S

Jackie Brown disse...

Não merecemos a vitória. O Queiroz fez porcaria, aquele Danny é miserável a jogar e o otário do Ricardo Costa, já não lhe basta jogar zero e ainda faz aquilo.

Eis o resultado.


P.S.- O Ronaldo não deu uma para a caixa.

Nekas disse...

A derrota de Portugal deve-se apenas a um factor - Queiroz.
O seleccionador, soube manter a equipa até à má substituição de Hugo Almeida pois ele estava a criar tensão na defesa espanhola. Depois, não tira Ronaldo(?), Ronaldo pode ter sido o segundo melhor jogador do mundo mas por Portugal não faz nada! Zero! É isso que ele faz, eu até acho que a equipa devia ter feito protestos porque o treinador põe toda a fé em Ronaldo e os outros é que se esforçam.

É caso para perguntar a Ronaldo quando aconteceu a explosão e quando rebentou o ketchup.


Abraço
Cinema as my World

ArmPauloFerreira disse...

A substituição do seleccionador condicionou demasiado a equipa que passou a jogar com outra disposição e... foi fatal. Estranhamente fatal até. Foi o erro maior de Queirós pois até aí a Espanha não sabia como fazer perigo verdadeiroà defensiva portuguesa. Depois... da substituição, com o Danny, que nos deixa sempre a jogar com menos um (ele nem parece estar lá)... e de sofrer o golo espanhol como foi (em fora de jogo - o Eduardo não merecia uma mancha destas)... até admirou só ter ficado 1-0.
Não era jogo para Ronaldo brilhar e ele tem de saber gerir melhor o talento e ser mais discreto também nas suas promessas.
Coisas como "vou explodir" não se prometem. Cala-se e faz em campo. Assim ficou-lhe mal...
E mais mal foi a boca dele na zona das flash-interview: "Ide falar com o Carlos Queirós!". Vergonhoso capitão tem a nossa selecção. Esperemos que mude de dono a braçadeira pois CR é talentoso como jogador mas não sabe ser capitão.

Neste Mundial 2010, merece um tributo enorme: Eduardo, Raul Meireles, Pedro Mendes, Tiago, Fábio Coentrão e Ricardo Carvalho. A selecção nacional foram estes principalmente.

João Sousa disse...

Por razões profissionais, lido frequentemente com ingleses. Ainda há poucos dias, antes do terceiro jogo da fase de grupos, estive a conversar com dois deles. Conversar talvez seja um termo excessivo; como eu não acompanho o mundial, não tinha nada a acrescentar e ouvi mais do que falei.

Mas o principal foi este pequeno excerto da conversa:

A - Não me parece que a Inglaterra passe a fase de grupos...
B - Também acho. A verdade é que não merecemos estar lá.
A - Não. Nós merecemos estar lá, não merecemos é ficar.

Simples e ponderado. E puxando agora para o lado português: esta selecção merecia ficar lá? Não quando eu penso no histórico recente: empate a zero com Cabo-Verde; vitória sobre os Camarões (mas depois de estes terem um jogador expulso); empate a zero com a Costa do Marfim; empate a zero com o Brasil; vitória sobre a Coreia do Norte, comummente considerada a selecção mais fraca do Mundial. Aliás, Portugal só marcou golos no Mundial à selecção mais fraca em competição.

Eu vi para aí a última meia-hora do jogo. Até foi mais meia-hora do que eu planeava, mas não tinha mesmo mais nada para fazer. Este jogo era um daqueles em que se precisava de um seleccionador que também soubesse ser treinador. Um seleccionador faz, na essência, isso: selecciona aqueles que considera os melhores. Eu acho isto relativamente fácil, duvido que muitos de nós não soubessem seleccionar uma boa selecção se nos fosse dada a oportunidade. Mas para ganhar jogos destes é preciso ser treinador, alguém que saiba escolher uma táctica, alterar a estrutura da equipa para responder a mudanças no jogo ou mesmo no caso de a equipa contrária entrar de modo diferente ao que se previu.

Na verdade, faz-me recordar um pouco aquilo que se passou no Euro 2000. Eu continuo convencido de que aquela foi a melhor selecção que Portugal teve e, se o seleccionador tivesse o mínimo conceito de como preparar um jogo, teria vencido a França e o Europeu.

Talvez quando o Mourinho for seleccionador, aí se veja aquilo que pode fazer uma selecção portuguesa.

--

Sobre a "explosão" do Ronaldo. Os meio-fundistas e fundistas usam o termo "estouro" para descrever a sensação de quando chegam à fase do "muro" e o corpo deixa de conseguir responder. Talvez o Ronaldo quisesse dizer "explodir" nesse sentido: "estourar". Se sim, isso explica muita coisa.

ArmPauloFerreira disse...

Que sirva de lição ao Ronaldo. Pode ser que ele passe a prometer menos e a fazer mais sem se contar com isso.

Jackie Brown disse...

O Ronaldo é um arrogante e um deslumbrado. É um exemplo vergonhoso.

E ele disse isso? "Ide falar com o Queiroz"? Fogo... Incrível... É por issso que eu nao posso com ele.

Nasp disse...

Venceram os melhores...

Não vou dizer que o Carlos Queiroz não meteu agua com às substituições, ele decidiu mexer e logo após a mudança teve o azar de entrar o golito da Espanha. E neste jogo já se sabia que quem marcar primeiro ganhava.

Considero que a selecção fez uma campanha boa no mundial, jogou e adaptou uma estrategia mais defensiva já que selecções como o Brazil e a Espanha são como toda a gente viu superiores a Portugal.

Portugal nunca poderia jogar de peito aberto contra estas selecções, tal como selecções como a Correia do Norte não o podem fazer com o fizeram contra Portugal.

Manter esta solidez defensiva mas com o contra-ataque mais forte e com mais jogadores era objectivo do Carlos Queiroz e certamente de muitos treinadores de bancada como eu, mas o golo apareceu para o outro lado e eles são defacto muito bons e por isso viu-se que o jogo tinha acabado para a gente cedo de mais. Isso foi o que custou mais, muito mais do que a derrota em si e a saida do mundial.

Quanto ao Ronaldo ele fez declarações a quente que não o vão ajudar futuramente como capitão de equipa, sendo lamentável até o sei jeito sempre arrogante.

Agora a grande vitima do mundial é o Ronaldo, e ele nesta partida particularmente até no hino se viu que ele não cantou devido a pressão e ao nervosismo que tinha em cima dele.

Este jogo foi claramente o pior jogo da carreira dele, 3 ou 4 chutes na bola irreconheciveis e o resto do tempo a jogar sem bola, logo um artista deste calibre que trata tão bem a bola.

Carlos Queiroz deve de continuar na selecção, e o Cristiano deve de ser castigado pelas declarações que fez, sendo que futuramente até os "Média" devem de ajudar o Ronaldo pois ele é indiscutivelmente a par de Eusébio o melhor jogador de Portugal e nós pequeninos às vezes pedimos de mais!

ArmPauloFerreira disse...

Agradeço todos os comentários e concordo na generalidade com tudo o que dizem.

Nasp: estás correcto ao abordar com jeito toda esta situação.

No artigo seguinte fiz uma maior divagação sobre o assunto.