sábado, 31 de dezembro de 2011

Bom 2012

Não pretendo gastar muito o nosso tempo com uma mensagem elaborada mas sim com algo mais simples:
Um bom (ou o melhor possível) 2012 para todos!


Boas saidas de 2011 e boas entradas em 2012!

MyJukebox: Jessie J (featuring B.o.B) - Price Tag

Jessie J (featuring B.o.B)
"Price Tag"
(single - 2010)


Como 2012 chega-nos com a promessa de bolsos e carteira seriamente ainda mais vazias, nada como pensar com disfarçado optimismo que o dinheirinho não nos vai fazer diferença alguma. Nãã...
Esta canção/videoclip que aqui deixo é para isso mesmo. É para termos alegria com estes factos... eheheh!


"It's not about the money, money, money
We don't need your money, money, money
We just wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag."




Price tag (Lyrics)

Verse 1


Seems like everybodys got a price,
I wonder how they sleep at night.
When the sale comes first,
And the truth comes second,
Just stop, for a minute and
Smile


Why is everybody so serious!
Acting so damn mysterious
You got your shades on your eyes
And your heels so high
That you can't even have a good
Time.


Pre-chorus.


Everybody look to their left (yeah)
Everybody look to their right (ha)
Can you feel that (yeah)
We're paying with love tonight...


Chorus:


It's not about the money, money, money
We don't need your money, money, money
We just wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.


Ain't about the (ha) Cha-Ching Cha-Ching.
Aint about the (yeah) Ba-Bling Ba-Bling
Wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.


Verse 2.


(Listen, Okay.)
We need to take it back in time,
When music made us all UNITE!
And it wasn't low blows and video Hoes,
Am I the only one gettin... tired?


Why is everybody so obsessed?
Money can't buy us happiness.
If we all slow down and enjoy right now
Gurantee we'll be feelin
All right.


Pre-chorus.


Everybody look to their left (yeah)
Everybody look to their right (ha)
Can you feel that (yeah)
We'll pay them with love tonight...


Chorus:
It's not about the money, money, money
We don't need your money, money, money
We just wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.


Ain't about the (ha) Cha-Ching Cha-Ching.
Aint about the (yeah) Ba-Bling Ba-Bling
Wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.


Yeah yeah
Well, keep the price tag
And take the cash back
Just give me six strings and a half stack
And you can, can keep the cars
Leave me the garage
And all I...
Yes all I need are keys and guitars
And guess what, in 30 seconds I'm leaving to Mars
Yeah we leaving across these undefeatable odds
It's like this man, you can't put a price on a life
We do this for the love so we fight and sacrifice everynight
So we aint gon stumble and fall never
Waiting to see, I've seen a sign of defeat uh uh
So we gon keep everyone moving their feet
So bring back the beat and then everyone sing
It's not about


Chorus:


It's not about the money, money, money
We don't need your money, money, money
We just wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.


Ain't about the (ha) Cha-Ching Cha-Ching.
Aint about the (yeah) Ba-Bling Ba-Bling
Wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.


Chorus:


It's not about the money, money, money
We don't need your money, money, money
We just wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.


Ain't about the (ha) Cha-Ching Cha-Ching.
Aint about the (yeah) Ba-Bling Ba-Bling
Wanna make the world dance,
Forget about the Price Tag.

Keyser Soze's Place apresenta: os 10 filmes da minha vida... ui, isto promete!

O ano de 2011 está a acabar mas mesmo no fim ainda há uma grande surpresa para os que conhecem, seguem ou visitaram por acidente este meu blog.
Ah pois é... mesmo na recta final do ano ainda há vida deste lado!

Keyser Soze's Place apresenta: os 10 filmes da minha vida... ui, isto promete!

Recomendo então que visitem este artigo no blog "Keyser Soze's Place" (do Samuel Andrade), onde tive a honra de ser convidado para falar sobre quais entendo serem os filmes da minha vida. Já agora, que também sigam o blog espectacular do Samuel, que é um blog a sério (nos Açores, não se brinca!) e não um pasquim como é o Ecos Imp. (yeah, i think so!).

Espero que gostem... e convido os seguidores a apreciarem e comentarem por lá no artigo, que é até o que encerra esta iniciativa sobre "Os Filmes da Minha Vida" da blogoesfera cinéfila.
Clicar no título para ver o mítico artigo:


por ArmPauloFer, blog Ecos Imprevistos

Força nisso, ò malta interessada!!!

sábado, 24 de dezembro de 2011

Ho ho ho tecnológico... Feliz Natal

Feliz Natal a todos os leitores do Ecos Imprevistos!

Apple - iPhone 4S - TV Ad - Santa

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

A Merry Christmas We Wish You... (Boas Festas!)



A MERRY CHRISTMAS WE WISH YOU...
A MERRY CHRISTMAS WE WISH YOU...
A MERRY CHRISTMAS WE WISH YOU...
AND A NEW YEAR HAPPY !!!


Boas festas!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

The Joker... Disc Joker!

Só uma mente perversa dá semelhante "baile" ao Batman...

domingo, 18 de dezembro de 2011

Need For Speed - The Run (2011 - trailers, Wii...)

Se há joguito novo que me tem cativado a atenção é o acabado de chegar:
"Need For Speed - The Run"


Não sou grande jogador e até nem tenho grande habilidade competitiva (e tempo) mas gosto de por vezes perder uma horita (ou mais) a desbundar com um jogo que desafiante. Desde que o primeiro trailer saiu deste "The Run" que imediatamente engracei com o conceito. Um jogo onde nesta corrida épica tudo se tem de fazer ao volante para se conseguir atravessar de uma ponta à outra os EUA. Dia e noite. Uau!!!

O trailer feito pelo realizador de cinema, Michael Bay (Pearl Harbour, Transformers...)


"De São Francisco até Nova Iorque tudo pode acontecer! A tua maior corrida de sempre está prestes a começar. Need for Speed The Run transporta-te para uma emocionante aventura onde a força policial, impiedosa e disposta a usar a força mortal, vai fazer tudo para te parar.


Na maior corrida ilegal dos Estados Unidos da América, tudo está em jogo. Não há limites de velocidade. Não há regras. Não há aliados. Apenas contas com a tua perícia de condução e com a tua determinação para combateres, nas estradas mais perigosas do país, centenas de condutores infames.


A única forma de manteres a tua vida é seres o primeiro a chegar de São Francisco a Nova Iorque! Atravessar centros urbanos densamente populados, descer encostas montanhosas geladas e percorrer vales estreitos a velocidades estonteantes são apenas alguns dos desafios que te esperam aquando do lançamento de Need for Speed The Run, em Novembro 2011."

O jogo existe em quase tudo o que é plataforma de jogos: PS3, Xbox 360, Wii, DS, iOS (iPhone/iPod/iPad), PC, etc...

Obviamente que tendo somente uma Wii ao dispor apenas me poderia interessar por saber como será o jogo nesta plataforma, actualmente a mais fraquinha a nivel de gráficos. Na Gamespot têm lá este trailer da versão Wii e... vamos lá ver:

NFS The Run trailer versão Wii
Opá... toda a gente sabe bem que os gráficos de uma Wii não se podem comparar com a toda poderosa Playstation 3 mas, muito honestamente, esta nova incursão dos jogos NFS para a Wii tem muito bom aspecto para o que são as possibilidades da consola.

Neste seguinte video, um exemplo do percurso durante a noite, totalmente escura...
... está mesmo muito interessante!
Isto promete!!!

Ora bem... o Pai Natal se fosse meu amigo, bem que me poderia dar este "NFS - The Run" (wii), que eu ficaria mais que satisfeito. Mas como isso não acontece, vou esperar mais uns tempos... até o jogo ficar mais baratinho!

Olha que engraçado... é a Irina Shayk!


Videos: Gamespot

Wii: Need For Speed - Hot Pursuit (2010)

Um jogo muito interessante que desde o Verão de 2011 salta para dentro da Wii:

Need For Speed - Hot Pursuit
(2010)


"O Need for Speed Hot Pursuit lança-te para uma paisagem de mundo em aberto, ao volante dos carros mais belos e mais rápidos do mundo. Desenvolvido pela Criterion, o estúdio premiado e responsável pela série Burnout, Hot Pursuit irá redefinir os jogos de corridas para uma nova geração.


Irás sentir velocidades estonteantes, takedowns e fugas ao lutares contra os teus amigos no mais ligado jogo Need for Speed de sempre. Através do Need for Speed Autolog e da sua abordagem inovadora à competição social ligada, a tua experiência do Hot Pursuit saltará da consola para a web, fazendo o teu gameplay avançar constantemente em novas direcções.


Carregado de acção, este jogo irá desafiar-te a tornares-te o melhor polícia ou o condutor mais procurado de Seacrest County. Pela primeira vez num jogo do Need for Speed, poderás jogar uma carreira inteira do lado da lei. Este Outono, quer sejas um piloto de pé de chumbo ou um polícia com sede de vingança, vê se os teus óculos de aviador estão bem limpos e a tua folha de condução está bem suja."

Trailer da E3:



Encontrei a certa altura este jogo em promoção (salvo erro a 14,99€) e como até atino com jogos de corridas de carro, e só tinha o "Speed Racer" (é espectacular - ver review), decidi arriscar este Hot Pursuit.
Não tenho grande habilidade de jogador mas tento sempre dar um jeitinho e este era da série "Need For Speed" e isso automáticamente justificou juntar aos poucos jogos da Wii que tenho por aqui.

A minha aquisição...

Já jogava, para matar o tempo, o "Asphalt 5" no iPhone e de certa forma, este NFS Hot Pursuit é da mesma onda, com a particularidade de termos de fugir da Policia. Esta simples particularidade, confere logo uma interessante dimensão ao jogo, onde não só temos de concorrer com os outros nas ruas, como ainda por cima podemos ser apanhados pela moina.

A nível de gráficos, a Wii para esta coisas já se sabe que perde. Basta se ver o visual tremendo nos trailers, que exibem o visual da PS3 para a difereneça ser até chocante. Até arriscaria dizer que há gráficos melhores num iPhone.
O video seguinte expõe a realidade entre as duas consolas. Mas também já li que os programadores deste jogo não se dedicaram muito neste jogo da Wii, pois o anterior NFS Nitro tinha melhor aspecto.


Ultrapassadas as diferenças visuais (e há outras mais mas que nem percebo sequer bem quais mas tem a haver com a personalização dos carros), o que mais pica me tem dado é a forma como com a Wii se pode conduzir.
Tanto pode ser unicamente com o comando normal, o Wii Remote (onde verdadeiramente conduzimos como num volante) ou então podemos usar também com o Nunchuck e aí a coisa muda um pouco mais. Com o Nunchuck, o joystick faz de volante mas a distribuição das funções ficam melhor espalhadas pelos dois comando o que torna a condução nas corridas mais á pro.
Uma possibilidade muito interessante é poder jogar na Wii com 4 jogadores em simultâneo. Ora tenho 3 Wii Remotes (mas só dois completos com Motion Plus e nunchucks) e tem sido um espectáculo jogar contra o meu pequenito ou amigos numa qualquer sessão quando tenho gente. Eheheheh!

É visível na contra-capa, o modo de 4 jogadores... nem sei como a Wii processa tantos dados e graficos em 4x.

Sou um jogador muito fraquito mas apartir do momento que comecei a dominar melhor o drifting, a usar as "armas", a começar a saber escolher o carro mais adequado para as provas (se bem que gosto de insistir jogar com o Camaro, personalizado em amarelo - que é dos mais fracos mas é pujante!) e também a conhecer um pouco melhor os circuitos... o jogo passou logo a ser mais interessante.
Practicamente ainda o tenho nos primeiros níveis mas de longe a longe lá o meto e... é sempre a acelerar. E fugir da Policia, claro! É fixe e divertido.
Belo entretenimento!

Deixo um video, onde é possivel ver a jogabilidade na Wii deste jogo.
Enjoy it!



Mais informações sobre este jogo no site oficial NeedForSpeed_HotPursuit

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Nos cinemas: Mission: Impossible - Ghost Protocol (trailer e posters)

Esta semana chegou ás salas de cinema a nova aventura de Ethan Hunt, na saga "Mission: Impossible" que Tom Cruise produz e protagoniza.

Mission: Impossible - Ghost Protocol
(2011 - IMDb)


A realização desta vez ficou a cargo de Brad Bird, que se estreia na imagem live-act pois vem da Pixar, onde foi o responsável pelas boas animações "Os Incríveis" e "Ratatui".
As criticas têm sido positivas...

Sinopse (via Split Screen):
"Quando o agente especial Ethan Hunt (Tom Cruise) é implicado num bombardeamento que assola o Kremlin de Moscovo, toda a agência FMI (Força de Missão Impossível) é desacreditada. Por esse motivo, o Presidente lança a "Operação Fantasma", com vista a extinguir a mais especializada equipa de espiões. Agora, Hunt tem apenas uma alternativa: juntar alguns ex-agentes e, por sua conta e risco, limpar o nome da agência e impedir um novo ataque previsto para breve. Porém, para isso, ele terá de aprender a confiar em estranhos de motivações duvidosas..."

Mais alguns posters (personagens):



MyJukebox: Rumer - Seasons Of My Soul [2010]

Rumer
"Seasons Of My Soul"
[2010]


Não tenho muito a dizer biográficamente sobre esta cantora inglesa. Nem me deu sequer para ir à Wikipedia... pois não é isso que interessa também. Mas nada melhor que ver o seguinte video de apresentação dela e do álbum, no video "seasons of my soul EPK", onde imenso do álbum desfila por aqui:



O que interessa é a música e a da Rumer movimenta-se numa sonoridade voltada para gente mais madura. Ela com um sentido que deriva da pop, cria canções mais num campo romântico-nostálgico, sempre numa veia musical melancólica e muito próxima do jazz.
Instrumentalmente os arranjos das canções dela são perfeitos. Por aqui exibe-se delicadeza nas opções instrumentais, sempre no sentido de preocupação com o som certo para o momento certo da canção. É impressionante e deteta-se de imediato em muitas das canções se se prestar atenção ao que por aqui se toca.


"Am I Forgiven?"
A faixa que abre o álbum... inicio impecável.


Depois há a voz da Rumer, que é espantosa, melódica e é suave como a seda. Ela quando canta não se faz ao protagonismo e com uma riqueza de timbre vai conduzindo as canções e... rapidamente se nota que as interpreta com intimidade.
Bem mas sem me querer alongar muito, digo que o que me fez ouvir esta artista recente no panorama, foi precisamente quando há uns meses atrás ouvi a faixa "Slow" na radio que sempre ouço. Já conhecia de ouvido a faixa "Aretha" (que até nem engraço muito) mas a "Slow" bate tudo.

Já agora destaco do álbum as 4 primeiras faixas: "Am I Forgiven?" > "Come To Me High" (esta é impressionante) > "Slow" (a melhor da Rumer) > "Take Me As I Am"... e mais à frente as belas "Blackbird" e "Goodbye Girl".

"Goodbye Girl"
Com esta o álbum fecha... e muito bem!


Por fim, a melhor do álbum e uma das melhores canções que este blogger ouviu durante 2011:


"Slow"
Lyrics:
You make me want to sing about love
Every time I raise my head
You make me want to tell the whole world
What I’ve found is good

Then they say
Slow
Slow this right down
Don’t burn it out
Don’t let it show
Slow
Oh but my heart is racing
To hold your gaze and
let it go

My love, my love my love
killin’ time is easy when you’re here
From dreams I’ve seen you before
You’re so familiar
And everywhere I go
Hear me calling for your love
Cause if it’s you
I will disarm you
And if it’s you
Do you know how to calm me down
Oh let me sleep in your arms
Then I won’t hear them singing

Slow
Slow this right down
Don’t burn it out
Don’t let it show
Slow
Oh but my heart is racing
to hold your gaze then
let it go

You make me want to sing about love
Even though you don’t wanna know
You make me want to tell the whole world
But I know
You don’t like it
You don’t like it
You don’t like it


quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Heroinas da Marvel e DC Comics fazem... o teste do cancro da mama!

A Associação de Luta Contra o Cancro (ALCC) de Moçambique, lançou uma muito invulgar campanha de marketing para a sensibilização sobre o cancro da mama. Serviram-se, para chamar ainda mais a atenção, de super-heroínas da banda-desenhada da Marvel e da DC Comics.

"Ninguém é imune ao cancro da mama"...
Inesperadamente temos assim a Mulher-Maravilha (Wonder Woman), Tempestade (Storm), Mulher-Gato (Catwoman) e Mulher-Hulk (She-Hulk) a realizarem o exame de toque nelas próprias (o auto-exame) nesta campanha.

"Quando o assunto é o cancro da mama, não existe mulher ou super-heroína. Todas as mulheres devem fazer o seu auto-exame uma vez por mês. Lute connosco contra este inimigo e, em caso de dúvida, fale com o seu médico".

Wonder Woman (DC Comics)


Storm (aka Ororo, X-Men - Marvel)


Catwoman (DC Comics)


She-Hulk (Marvel)



Fonte (texto e imagens): Omelete


Obs: Hélás! Que a Mulher-Hulk... xiii... nunca tinha notado mas... é bastante bem abonada!
Ora bem... mas o auto-exame não se faz sem a roupa?
E de repente lembrei-me também que o Superman tem visão de raio-x...

Banzai... revista dedicada ao manga, nas bancas*

BANZAI é uma revista trimestral de banda desenhada no estilo manga (BD no estilo nipónico).
É o resultado da crescente popularidade deste tipo de banda desenhada no nosso país, e do Projecto Sempai da NCreatures.


Em termos de assinatura é apenas 20€ por ano e têm direito a:
- 4 revistas por ano
- 1 DVD do filme "O Castelo Andante" para as primeiras 100 assinaturas
- Portes grátis

* nas bancas da FNAC (ver aqui), disponível desde 20 de Novembro...

Saiba mais no site da Banzai.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Beatles numa promo da Apple, onde animam as capas dos discos... awesome!

A Apple para promover o catálogo dos Beatles na sua iTunes Store, apresenta um video onde fazem uma animação com as capas dos discos da banda e... ficou mesmo altamente!


MyJukebox: Pink Floyd - On The Turning Away [1987 - UK single]

Pink Floyd
On The Turning Away
[1987/12/14 - UK single]


Uma das faixas mais adoráveis do álbum "A Momentary Lapse of Reason" (1987), que assinalou o regresso da banda sem Roger Waters e aos comandos de David Gilmour (depois de uma longa batalha pelos tribunais - mais aqui).
Em certa medida, é uma canção com parentesco na "Confortably Numb" do álbum "The Wall", constituindo-se assim como uma canção romântica ou uma balada em estilo Pink Floyd.
Faz hoje, 14 Dezembro de 2011, 24 anos...

"On The Turning Away" (ao vivo - tour de 1987/88)

Lyrics:

On the turning away
From the pale and downtrodden
And the words they say
Which we wont understand
Don't accept that whats happening
Is just a case of others suffering
Or you'll find that you're joining in
The turning away

Its a sin that somehow
Light is changing to shadow
And casting its shroud
Over all we have known
Unaware how the ranks have grown
Driven on by a heart of stone
We could find that were all alone
In the dream of the proud

On the wings of the night
As the daytime is stirring
Where the speechless unite
In a silent accord
Using words you will find are strange
And mesmerized as they light the flame
Feel the new wind of change
On the wings of the night

No more turning away
From the weak and the weary
No more turning away
From the coldness inside
Just a world that we all must share
Its not enough just to stand and stare
Is it only a dream that there'll be
No more turning away

Matrix iPhone... (humor cinéfilo)

Uma chamada de Morpheus (via 9Gag):


"You take the blue* pill, the story ends, you wake up in your bed and believe whatever you want to believe. You take the red pill, you stay in Wonderland, and I show you how deep the rabbit hole goes."

*(Imaginemos que o verde é o novo azul... eheheh!)

Apple actualiza: iTunes 10.5.2

"O iTunes 10.5.2 inclui diversas melhorias relacionadas com o iTunes Match e corrige um problema de distorção áudio que podia ocorrer durante a reprodução de determinados CD."
Óraite!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Filmes 2012: Ghost Rider - Spirit Of Vengeance... poster e trailer

O Nicholas Cage volta em 2012 para novamente a ficar uma caveira em chamas na sequela do super-herói da Marvel, o Motoqueiro Fantasma.
Poster e trailer, oh yeah!

Ghost Rider - Spirit Of Vengeance



Opá... é só mais um filme de super-heróis (da Marvel) para ver.
Se não prestar, não faz mal... who cares, right?

Filmes 2012: The Dark Knight Rises... novo teaser poster

Surgiu um novo teaser poster para o terceiro (e último) Batman da saga de Chris Nolan, o "The Dark Knight Rises".
Tal como o poster evidencia... será o fim do Batman às mãos de Bane.


O Batman desta vez vai se ver ainda mais "na pior", pois não só tem pela frente o brutalíssimo vilão Bane, a sua maior ameaça a todos os níveis, assim como continua a sua saga em condições difíceis.

A edição especial da revista Empire, com a capa dedicada a Bane.


Chris Nolan revelou os contornos do que acontecerá em TDKR:
"It's really all about finishing Batman and Bruce Wayne's story. We left him in a very precarious place. Perhaps surprisingly for some people, our story picks up quite a bit later, eight years after The Dark Knight. So he's an older Bruce Wayne; he's not in a great state."

"With Bane, we're looking to give Batman a challenge he hasn't had before. With our choice of villain and with our choice of story we're testing Batman both physically as well as mentally."


Desde o "The Dark Knight", que Batman para sanear os actos do Joker, decide carregar com ele as culpas do sucedido e com isso torna-se o cavaleiro negro.
Em "The Dark Knight Rises" encontramos um Batman, já mais velho 8 anos, perseguido, cansado fisicamente e também mentalmente e vê emergir Bane.
Ui... o Batman está perdido. Não tem hipóteses... ou terá?




"The Legend Ends"

Vamos ter filme!!!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Filmes 2013: Superman - Man Of Steel... teaser poster (fan)

Só chega em 2013, mas acredito em "Superman: Man Of Steel"... nem tanto pelo produtor mas sim porque tem o realizador Zack Snyder.

fan poster

Vamos ter filme!!!

Filmes 2012: The Avengers... banners das personagens (+ Joss Whedon numa featurette)

Aqui há uns tempos atrás surgiram estes banners das personagens centrais da grande produção Marvel para 2012, o tão esperado "The Avengers", que reúne numa só equipa os super-heróis que a Marvel tem lançado em filmes próprios nos últimos anos.

Sem surpresa nenhuma, eles são (clicar nas imagens para ampliar):

Captain America, Hulk, Iron Man, Thor...

...e ainda, Nick Fury (da S.H.I.E.L.D.), o vilão Loki, o estreante Hawkeye (um membro clássico dos Avengers) e a Black Widow (da S.H.I.E.L.D.)


O trailer deste filmaço já foi publicado e pode ser visto num artigo que já dediquei, clicando aqui.

Acrescento ainda uma featurette de Joss Whedon, o realizador deste filme, que nos fala um pouco sobre este "Avengers".

The Road To The Avengers - Official® Special Feature


Sim! Vamos ter filme!!!

Filmes 2012: The Amazing Spider-man... banners, teaser poster e trailer

Surgiu mais marketing para a nova recriação que o Homem-Aranha vai receber em 2012 no filme "The Amazing Spider-man", nada mais nada menos que banners e um novo teaser poster.

Banner promocional mesmo espectacular.

teaser poster:
Teaser poster onde deram um uso interessantissimo às sombras... gostei!

O trailer (do site oficial) já era muito conhecido... é apenas um bónus que aqui coloco.



O outro banner, que é bastante colorido... escapa.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Empire Portugal... Dezembro'11 nas bancas

A edição de Dezembro, da revista de cinema Empire Portugal


Não é por nada mas acho que este novo capitulo da Missão Impossível, estreia fora de tempo (fora do Verão)... mas por outro lado torna-se um dos blockbusters de Natal, o que pode vir a ser bom comercialmente.
Confesso que, vistos os trailers, me parece que falta algo nesta quarta aventura... mas é na mesma um filme para ver sem falta! Mal o possa ver...

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Magnética magazine... revistas on-line Dezembro'11 (edição comemorativa: 3 anos!)

A revista on-line (e gratuita), a Magnética magazine, está este mês de parabéns pois comemora 3 anos de edições! Clap, clap, clap!!!


Uuhuh!!! Epá... e de repente isto até lembra-me como o tempo vai passando sem notarmos... muitos posts passaram durante este tempo a publicitar a revista.

Deixo o editorial desta edição "dourada":
"A Magnética é um fado cantado com alma sob um xaile colorido. É um fado de partilha, cumplicidade e destino. São 3 anos de noticias, imagens, reportagens, entrevistas, fotografias.
Precisámos de muita alma para escrever assim, sem receio, sem nada pelo meio, sem promessas, sem juízo. Foram precisos mulheres e homens brilhantes, talentos enormes sem medo de escrever, de arriscar de imaginar. Sem eles não haveria Magnética.
A eles a Magnética pertence, neles a Magnética vive. Obrigado Magnéticos. Obrigado leitores.
Obrigado fado que faz de nós uma nação maior por muito que queiram que percamos a fé.
Comece a guitarra...Siga o Fado."

Clicar aqui e dê o salto até ao site da Magnética e aprecie esta edição comemorativa...

Blitz... de Dezembro '11 nas bancas

A capa da edição da revista de Dezembro da Blitz...


Desta vez o destaque vai para a recapitulação do que foram os melhores do ano, o 2011 claro, para a Blitz e ainda muitos mais temas como é habitual.
Ver aqui o artigo no site da Blitz que descreve esta edição.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

TDT em 2012... o dilema!

TDT em Portugal... o dilema:
Como poder continuar a ver televisão em 2012?
Uma breve reflexão...

"A partir de Janeiro, se não tiver TDT não vê televisão."

Aliemos esta ideia da mensagem e sinceramente, a TDT chegou a Portugal sem qualquer vantagem. Os canais de televisão não melhoraram em nada e continuam em 4:3. Que vergonha... tinha sido esta a oportunidade de passarem definitivamente a 16:9 na via digital. Exige-se ao cidadão que se adapte à evolução mas as estações de televisão continuam sem obrigações de evoluirem. Tudo tão triste...

Depois, em casa, requer que se tenha de ter uma aparelho em todas as televisões não capazes (as não modernas). Significa que em lares onde a tecnologia ainda se mantém analógica, serão precisos vários aparelhos, normalmente um minimo de 3 para os costumes portugueses, ou seja a cozinha, a sala e quarto. Há televisões em mais divisões? Ora bem, se há os restantes quartos ou outras divisões têm de ter mais aparelhinhos... ou então toca a comprar televisões novas (parece que nem estamos a viver uma crise).
Fica tudo isto um balúrdio e no fim não se ganhou nada. Essa é que é a verdade.

Imaginemos que se ultrapassa o simples facto de como ver televisão em 2012, sem ter um serviço de uma das operadoras.
Resta como ter net...

Ter hoje em dia um serviço de apenas internet... também nem é possível. Se não for o serviço 3G (com a pen), que oferece menos vantagens e menos velocidades/trafego pelo preço exorbitante que exigem não há soluções reais. Por ADSL, requer telefone fixo... e passamos logo a algo que ronda os 25€ mensais.
Aqui o cidadão pensa... pago 25€ pela net mas sem a televisão.

Se o serviço Sapo, em vez do serviço musical (para quê?), oferecesse os 4 canais livres... voltávamos ao problema inicial, que seria ter de ter uma box para converter o ADSL em IPTV, o que exigiria uma box com aluguer. Uma box para ver numa única televisão... ficava sem ser resolvido como ver tv nas outras divisões da casa. A partir daqui temos de evoluir para um serviço triple-play da Meo ou ZON, seja Fibra ou não. Nesta altura os valores disparam novamente.


Entre Zon e Meo, a ZON por ser cabo apresenta a vantagem de ter canais pela simpliciade da ligação coaxial, permitindo-os ver pela casa toda. A Meo, excluindo o serviço Fibra, não apresenta nenhuma solução simples que englobe todas as divisões da casa. E nem sequer preços...
A ZON para dar os 4 canais livres cobra-nos 9,90€... mas obrigando a ter o serviço de telefone fixo (é isso que se paga, o telefone). Ou então, uns mais dispendiosos 25€ (mas além do telefone, junta a net - proposta interessante mas só tem apenas os 4 canais livres).
Mas se a vontade for ter além dos 4 canais de cabo, aí já se avança para um pacote de serviço completo, de cada uma destas operadoras mas contemos com valores a rondar os 40€ mensais por serviço quase básico.


Sinceramente... fomos todos encostados á parede e colocados na posição de ter de pagar por algo básico que ronda os 40€ mensais para se ter televisão+net (e o telefone fixo por arrasto) e ainda ter de pagar por alugueres de boxs (que eleva a fasquia mensal).

É como se a TDT tivesse sido pensada para acima de tudo beneficiar os operadores de serviços... e isso é feio.
Elipticamente, voltamos ao ponto de partida para pensar numa solução que passe unicamente por ter antena e aparelhos TDT por televisão e ser ter qualquer vantagem com isso. (E sem net!)

Que triste país...


Saiba mais sobre a TDT no site da TDT em Portugal
Se tem algo a acrescentar sobre este assunto, ou discorda destas observações pessoais... esteja á vontade!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Sorrir para a fotografia...

1, 2, 3... smile!!!

sábado, 3 de dezembro de 2011

Cine-critica: Another Earth [2011]

Another Earth
(2011)


Realização:
Mike Cahill

Argumento: Brit Marling, Mike Cahill

Com:
Brit Marling, William Mapother, Matthew-Lee Erlbach...


Sinopse:
Rhoda Williams (Brit Marling), uma jovem mulher aceite no programa de Astrofísica do MIT, sonha explorar o cosmos. Um brilhante compositor, John Burroughs (William Mapother), chegou ao auge da sua profissão e está prestes a ser pai pela segunda vez.
Na senda da descoberta de uma nova Terra, surge a tragédia e as vidas destes estranhos acabam por se interligar.


Ora bem...

Aqui está um filme indie "interessante" (para mim substituo por: "belíssimo") com o selo "Festival de Sundance", de onde até arrecadou com dois prémios, com destaque para o prémio de juri por melhor filme.
Gostei de tudo, desde a realização intimista em estilo Darren Aronofsky (o tipo de filmagem de camera ao ombro coloca-nos no local das cenas), a actriz é fenomenal... e a banda-sonora é magnifica.

Contudo, há a esclarecer que o trailer induz os interessados num sentido que não é bem o do filme. Tudo o que é exibido no trailer está no filme mas da forma como

domingo, 27 de novembro de 2011

Cine-critica: Taking Woodstock (2009) ...e os split screens de Ang Lee

Taking Woodstock
2009


Realização:
Ang Lee


Com:
Liev Schreiber, Jeffrey Dean Morgan, Kevin Chamberlin, Emile Hirsch, Kelli Garner...



Não é um filme muito convencional, tem de tudo nesta dramédia que é o biopic do jovem que teve a ideia de fazer um festival num vale perto da pacata aldeia onde vive (e nada acontece) e esperava apenas uma quebra na monotonia na zona e... não a contava com a enchente que se tornou o evento e nem o sucesso que atraiu imensas culturas à aldeia. Com isso descobre a sua emancipação e alguns segredos da familia...

A destacar o Liev Schreiber neste filme, que faz um travesti muito curioso e por isso espectacular! A destacar também (entre tantas partes de loucuras), a bela cena do trio hippie, dentro duma van a curtirem com uma trip de LSD, onde tudo se torna psicadélico e... mesmo espectacular!
Hippies no seu melhor...

E novamente o Ang Lee usa a técnica dos multi split screens de forma espectacular. Eu gosto e quem for apreciador de musica (de outros tempos) acho que gostará também.
Já agora recomendo fortemente descobrirem a OST deste filme: fabulosa!


Um facto interessante dos filmes de Ang Lee, é o uso que o realizador dá aos split screens, dividindo o ecrã não em apenas duas imagens mas em múltiplos paineis simultâneos.
Ficam aqui exemplos de 2, 3 e 4 split screens deste filme, que usa e abusa desta técnica.

2x split screen

3x split screen

4x split screen