quinta-feira, 26 de maio de 2011

Sem o Citador não sei o que seria deste post ...APF plagiando

Plagiar o trabalho de outros é uma merda inadmissível. Quem mantém um blogue e perde horas ou dias para poder erguer um só artigo, e se depara com alguém que em segundos aplica um copy-paste e zás fama e estatuto... é tremendamente desanimador.

Desta vez presto homenagem ao grande blogger Marco Santos, do Bitaites, que é sem grandes dúvidas um dos melhores bloggers de toda a blogoesfera nacionail. Tem feito consecutivamente um trabalho magistral que resiste há vários anos sem perder fulgor nas matérias a que se dedica. E são muitas e sempre cativantes! É uma inspiração imparável.

Ora uma das suas mais simples criações é a rúbrica do Citador, que dispensa apresentações pois é somente uma foto e uma citação. Simples mas de grandioso efeito... e constitui uma das imagens de marca do Bitaites, que passo a homenagear... plagiando descaradamente.
Xiii... telefone já está a tocar... acho que é o advogado dele... fico por aqui, bye!



Sem o Citador não sei o que seria deste post...


Kat Dennings, actriz


"For millions of years, mankind lived just like the animals.
Then something happened which unleashed the power of our imagination.

We learned to talk and we learned to listen."
Stephen Hawking

2 comentários:

Marco disse...

Só te desculpo por causa das preciosidades que aqui colocas dos grande Floyd :P

E calha bem, a tua citação ficou porreira e fez-me lembrar que há muito tempo que já não faço uma no blogue.

Obrigado pelas palavras, caro amigo. :)

ArmPauloFer disse...

Ainda bem que encaixaste o espirito da rubrica. No fundo é apenas uma forma de prestar as valias dos espaços que mais nos inspiram e motivam. Digamos que com algo mau (plagio) se devolve o que é bom (homenageando).

E olha que deferiste os Pink... e noto que há algum tempo que ando a falhar na doutrina...

Marco, eu é que agradeço e desejo tudo de bom (na vossa luta). E tenho acompanhado (andas mais político e tenho gostado apesar do "silencio"... pouco tempo mesmo.)
Força e continua em grande, Marco!