terça-feira, 22 de março de 2011

Wonder Woman... de regresso na TV!

Há imenso tempo que existem planos para uma nova adaptação da Wonder Woman, a Mulher Maravilha (também conhecida por Super Mulher, contudo erradamente) da DC Comics (que juntamente com Superman e Batman, representam a "santa trindade" da editora).
Contudo, ao haverem tantas indecisões de quem escolher para o papel, como a adaptar e para que meio (TV? Cinema?) fez com que o projecto se desenvolvesse pouco ou nada ao longo dos anos... e décadas!
Nos últimos meses foi tornado público que a Warner Bros, deu luz verde para se fazer uma série televisiva da Wonder Woman. Um reboot baseado na antiga série dos anos 70, que teve bastante sucesso.

A actriz escolhida para o actual reboot foi Adrianne Palicki e como sempre, além da questão da actriz servir ou não, a curiosidade também passa por descobrir como lhe ficará o look de Wonder Woman, e esse foi adiantado a semana passada com uma foto promocional.


A actriz Adrianne Palicki, até parece perseguir papeis em séries de super-personagens da DC Comics: esteve no piloto de Aquaman (série que não vingou além do episódio de teste - mais clicando aqui) e também já apareceu num episódio de Smallville (a muito bem sucedida série que apresenta os tempos antes de Kal-El se tornar no Super-Homem).

Depois de ler um pouco sobre o que já se comenta acerca do script, de reparar no brilho excessivo da roupinha (latex?), o exagero do batom… não resta muita esperança de ver isto correr tão bem como foi nos anos 70. Não espero grande coisa da série… mas tenho interesse em ver para crer, claro.

Acabo por aceitar que Adrianne Palicki até terá sido bem escolhida. A foto promocional é que ajuda pouco... e depois a vestimenta afasta-se do conceito popular da Wonder Woman.

Pensando bem, acho que a Wonder Woman até sempre teve um problema de aspecto, pois em live-act não faz grande sentido ir combater o crime em fato de banho (tão exposta) e saltos altos.


O problema da vestimenta até começa na própria BD, que surgiu como uma amazona grega, mas cujo apelo era mais para uma fantasia XXX que de guerreira heroica. Nas primeiras BDs quando surgiu, há 70 anos, é muito referido o facto de em todas as histórias iniciais ela além de demasiado vistosa e arejada, de repetidas vezes estar ou amarrada ou a amarrar outra mulher... de joelhos e por aí fora. Era uma espécie de pin-up e a vestimenta alinhou sempre por aí (e daí a dificuldade de fazer sentido nos tempos modernos). Nos anos 70, foi interpretada pela actriz Lynda Carter, que lhe deu vida (e de que maneira!).


Pelo meio lá sucederam-se remodelações noutros meios (BD, animação) novos desenvolvimentos a esta personagem, que pelo que vi achei bastante interessantes (um filme de animação muito bom e recentemente uma modernizada vestimenta na BD).


Pelo que posso constatar do aspecto modernizado da Wonder Woman neste reboot, apresenta-se como um cruzamento da imagem mais popular desta heroina (as mesmas cores), com o conceito da nova imagem que tem surgido na banda-desenhada. Não tem sido muito bem recebida mas que admito fazer muito mais sentido (principalmente para as adaptações em filmes por exemplo) e consegue ainda libertar-se da carga exageradamente sexy que a personagem tinha. As calças em tom azul está lá e o tronco em vermelho (faltou só o casaco). Podia era os tons da vestimenta serem menos coloridos e noutro material mas aceita-se o que propuseram. Afinal o que conta mais é como será a seriedade e credibilidade da série. Vamos ver no que dá...



Foto de Adrianne Palicky como Wonder Woman, proveniente do TVDependente.
Clicar nas imagens para ampliar.

4 comentários:

Bruno Cunha disse...

Já tinha lido a notícia, vamos lá ver o que sai. O fato realmente...

Abraço
Frank and Hall's Stuff

ArmPauloFer disse...

Exacto. temos de esperar para ver como depois resulta a série. Não vai ser fácil...
O "tecido" do fato é que peca pois o conjunto é contemporaneo e mais lógico para live-act. É o que acho...

Loot disse...

Não tenho problemas que mudem os fatos, até porque como disseste o que funciona em BD nem sempre funciona em live action.

O problema mesmo é o latex que faz pensar que a série será para adultos XXX.

Os saltos altos não fazem sentido nenhum, nunca fizeram, mas pronto é tudo fantasia por isso :P

ArmPauloFer disse...

Eu não queria ir tão longe (em conotar ao XXX a nova imagem televisiva da WW)... mas eles parece que quiseram homenagear a alusão mais "marota" que persegue a WW há 75 anos. Depois do latex... é ainda muito notório os implantes de silicone e depois aquele batão vivo... é realmente tudo excessivamente sugestivo para esse caminho. E não havia necessidade.

Sendo uma amazona, imaginaria um corpete resistente com apontamentos de matérias naturais (à base de sedas e couro + a águia bordada) e as calças em pele tingida a azul muito escuro... Foi pena, já que a remodelaram tanto, a ausência do novo casaco.
E sim acho a nova imagem da BD muito mais interessante e realistica.