terça-feira, 10 de Abril de 2012

FCPortices: os rivais directos atrasaram-se, tadinhos... yeah!

Esta jornada de Páscoa fou lucrativa para o FCPê. Não só manteve-se ainda mais na frente como ainda conseguiu uma vitória sobre outro adversário directo no terreno dele, neste caso do Braga.

A fé de Jesus... por HenryCartoon

O Sporting que continua imparável, ganhou ao SLBenfica e arredou a hipótese ao Benfica de se manter o mais próximo possível do Porto.
É caso para dizer que o Porto entregou o ramo no Sábado e ao cair da noite de Segunda-feira já recebia o folar.
Correu tudo bem!

Sporting insuperável, Benfica intragável... por HenryCartoon

E depois que se continue lá a criticar o treinador da equipa azul como sendo uma porcaria e tal... que para todos os mestres da táctica deste país, tem sido mais que o suficiente.

Bibó Puorto, carago!
Biba!!!

4 comentários:

O Narrador Subjectivo disse...

Já iam com 5 pontos de distância, já iam ser campeões... ups! :D

Rui Francisco Pereira disse...

De um treinador vai precisar o benfica, o Jesus foi uma autêntica besta ontem na conferencia de imprensa ao não ter tido a humildade em reconhecer a tão evidente supremacia do Sporting:
por entre remates que falharam o alvo por centímetros, bolas ao poste, penaltys por marcar, uma grande exibição do Artur e uma noite desinspirada do Wolksinkel, o Benfica evita um festival de golos que, mais do que justíssimo, era sintomático da sua inferioridade.

Assim, e tal como aconteceu, por exemplo, no jogo contra o Chelsea, a derrota tangencial é enganadora e dá aos benfiquistas a bazófia para justificarem as suas derrotas da única maneira possível: pela arbitragem. Por mais risíveis que tais justificações sejam...

É pena, mas as acções ficam com quem as tem.

Campeões carago! :P
Bom artigo.

João Sousa disse...

O Porto, até muitos dos adversários o reconhecem (em voz baixa), é o único clube em Portugal com uma organização que lhe permite sucesso continuado - cá dentro e lá fora. Por isso, mesmo treinadores medianamente competentes como Jesualdo Ferreira, Fernando Santos e Vitor Pereira, "correm o risco" de ser campeões nele.

Mas talvez seja uma boa ideia não fazeres já a festa. Este Vitor Pereira mostrou diversas vezes oscilar entre o inspirado e o profundamente aselha. E com uma deslocação à Madeira e uma recepção ao Sporting... O Jesualdo também sofreu no seu primeiro campeonato depois de o ter controlado com larga vantagem. E mesmo gente melhor é capaz de perder o controlo: ver o Real Madrid de Mourinho que, dos dez pontos de vantagem e "será que vai garantir o título em Camp Nou", passou em poucas semanas para "será que consegue ser campeão?".

--

O Benfica e Jorge Jesus queixam-se de que o jogo teria sido diferente se aquele hipotético penálti no primeiro minuto tivesse sido marcado e o jogador do Sporting expulso. É de uma pequenez atroz: queixam-se de não terem jogado 89 minutos em superioridade numérica, mas não fazem o mea-culpa de, sendo pretendentes ao título, não serem nunca capazes de superiorizar-se - em igualdade de circunstâncias - a um adversário enfraquecido e perdido.

A verificar-se este novo "quase" de Jorge Jesus, seria mais uma oportunidade para ele receber uma lição de humildade, ele o grão-mestre da táctica. Digo "seria", no condicional, porque "humildade" é algo que está para lá das suas capacidades: estou certo de que lhe faltam os genes necessários para tal.

ArmPauloFer disse...

Obrigado pelos vossos comentários pessoal.

Os benfiquistas à frente do clube, só têm o que merecem... muita letra e pouco respeito com os adversários... e depois perdem-se sempre na recta final dos campeonatos com o Jesus.

O FCPorto esta época tem um treinador insuficiente para o clube mas a maior verdade é que o campeonato é uma prova de ser bem sucedido com regularidade. Os pontos provam que o nosso treinador mesmo sendo o fraquito que é... que chega para o nosso campeonatozinho. Quem tem razão é o Pinto da Costa... que mete lá alguém e sabe que corre o sério risco de serem campeões.
Bibó Puorto!