sexta-feira, 17 de abril de 2009

Media Centers: o actual Santo Graal do home-cinema

A passagem para HD e o encontrar de um workflow "correcto" (é subjectivo pois depende dos objectivos de cada um), é talvez neste momento o Santo Graal da tecnologia home-cinema.

Recentemente disponível na FNAC perto de si, a proposta mais invulgar do mercado: um Media Center sem armazenamento.
O WD TV da Western Digital.
Em tempos havia publicado um artigo ao estilo do que hoje é cada vez mais pertinente:
Directamente do USB para a TV
Nessa altura curiosamente já tinha metido ao barulho: AppleTv, PopCorn Hour, a PS3, a Xbox, um simples leitor de DVd com porta USB... e este WD TV.

Realmente vejo nesta WD TV apenas mais uma boa proposta, embora talvez a mais interessante de todas.

A FNAC descreve assim:
"Combinando com uma unidade externa, este leitor oferece a maneira mais conveniente de reproduzir filmes HD ou vídeos gerados pelo utilizador, ouvir músicas digitais de alta qualidade e exibir apresentações de slides de alta resolução de fotos da sua família na TV. Funciona com unidades USB populares: memórias USB, discos rígidos USB, câmaras digitais, câmaras de vídeo digitais e leitores portáteis que possam ser reconhecidos como dispositivos de armazenamento em massa.
Navegação e reprodução de vídeo Full HD - até 1080p - Conheça a espectacular qualidade de imagem dos vídeos HD e o som cristalino do áudio digital. Utilize o controlo remoto incluído para navegar pelas escolhas de entretenimento através de menus animados.
Colecione sem limites - Não há limites para a sua colecção; basta adicionar mais unidades USB para ganhar mais espaço."

Interessante porque fica relegado para o utilizador, como e onde faz o armazenamento. É um player multimedia center mas sem o armazenamento, uma máquina que faz o reading e lhe dá um interface. Se calhar para os tempos que correm será o método mais justo, simples e económico. Afinal são apenas 100 euro!

A interface do WD TV Media player


Será o melhor? Não sei.
Será o sistema mais acertado? Não sei também.
Tem uma vantagem curiosa: é tão pequeno e leve que pode ser transportado quando forem visitar um amigo ou de férias ou assim...


Há muitas mais hipóteses e alternativas por aí...

Mas não há dúvida que a descoberta de um bom sistema indicado para o que cada um pretende (ou pensa que é o que necessita) é algo de dificil decisão nos dias de hoje.

É talvez essa a razão de a Apple ver o AppleTV como um hobby... porque a concorrência mais poderosa é saber finalizar o que se pode obter on-line (o AppleTV tem o objectivo de ser a extensão televisiva do nosso iTunes principalmente -e é por aí que nos deixa frustrados ao só estar adaptado a esses conteúdos).

Eu acho até que nós os Mac Users somos aqueles que se devem sentir ainda mais frustrados pois já vislumbramos o que são os conceitos da utilização simples e imediata, mas de forma vistosa (iPhone, AppleTV, OS X, etc). No entanto, acho que somos os mais impedidos de conseguir ver num sistema qualquer o que realmente é bom, principalmente porque vemos os nossos iTunes/iPhoto/iMovie a crescer e a desejar que eles se espalhem também pelos dispositivos Media Centers.

Quando se trata de HD, o objectivo é os filmes ou a imagem. Sem dúvida que o divx/xvid está muito bem salvaguardado pela grande maioria de tudo que é solução por aí.

Mas o que fazer se quisermos ver, mesmo com esta solução da WD TV, uma foto que acabamos de meter no iPhoto, ou ouvir música/podcast do iTunes? Acho que aí já não resolve lá muito bem o WD TV... ou seja a solução acaba por falhar no imediato.
Lá temos de ir nós ao iPhoto meter as fotos no disco externo e a saber sempre que nunca vamos ter tudo em dia por lá...

Eu continuo a achar que mesmo assim não será este o WD TV o mais acertado para tudo. O Apple TV, apesar de ter os tais principios e de conincidir com o que acabei de explicar, também não é o correcto por ser tão fechado.
Um Mac mini, com o iTunes todo recheado e com um software alternativo ao Front Row para interface (XBMC, Plex ou outro...)? É algo mais interessante mas também acho que não é o mais correcto (é excessivo) porque o objectivo é numa sala de estar não estar ao computador... mas sim relaxar e se possível fugir do computador e disfrutar de outras coisas.

As interfaces do XBMC
XBMC Original


tema Aeon Stark (visto no Cria o teu Avatar)



Observações finais...

Penso que o objectivo final, o tal Santo Graal do home-cinema da era web e HD, ronda ter uma dispositivo com uma interface para a TV e que consiga apanhar os conteúdos que estejam num computador próximo juntamente com os que estejam armazenados/acessíveis ao dispositivo e mais alguns que sejam da web (youTube e afins). Isso é que é: ter num comando acesso a tudo.

Pensando bem se calhar até será bem possível...
(tenho cá uma outra ideia mas fica para outro artigo no futuro)

Escolher um Media Center depende bastante também do estilo de vida de cada um.

- Um jovem solteiraço que queira ter na TV do seu quarto os conteúdos que saca da net, normalmente videos e música, não terá as mesmas necessidades de um chefe de família. às vezes até se contenta em ligar o computador à TV e já está. Ter num Media Center algumas fotos é fixe... ter a grande parte da música que gosta é genial. Mas o objectivo principal é poder ver descansado os seus filmes do momento.

- O chefe de familia, aquele pai que vê na tecnologia uma forma de a fazer servir para a familia, pensa em ter um sistema que não só lhe permita ver um outro filme e séries que apanhou na net, ou até pôr a tocar quando é possível uma músiquita da banda adorada já com mais de 20 anos... mas principalmente ter a possibilidade instantânea de no momento, para deleite próprio ou principalmente quando está com algúem que visita a familia, ter a chance de mostrar as últimas fotos que acabou de tirar dos filhos, aquele video que filmou nas férias cheio de traquinices, instantes com familiares, etc. O interesse aqui é ter uma "janela" centralizada dos seus conteúdos em geral. Normalmente estas coisas todas andam espalhadas por discos externos, dvds, no computador, na web... que o objectivo é tornar o difícil... em concentrado e disponível.

É por aí, pelo ponto de vista de ambos os grupos que um Media Center nos dias de hoje tem uma difícil tarefa no campo do home-cinema.

2 comentários:

Nasp disse...

Eu ainda n cheguei a era "HD", digo isto porque o unico dispositivo que roda HD 1080p aki em casa é o meu Desktop, no meu portatil a coisa as vezes arrasta-se... por isso e decerto modo tb ando a procura de uma caixa capaz para HD.

WD TV é uma excelente escolha, mais pelo preço, pois em termos de suporte de media ainda esta longe do ideal. Embora haja já um hack que permite utilizar na porta usb um adaptador de LAN, com isto tens acesso a rede de casa e a internet, este hack na minha opinião resolve o grande defeito dessa caixinha.

O Popcorn é o supra-sumo dos Media Center, além de ter um comando jeitoso, tem tudo o que é portas para ligações e depois têm ainda o melhor que estas aparelhos devem de ter, um firmware actualizavél e suportada por uma grande comunidade.

Usar um PC na sala, tb n é muito a solução ideal para mais para aqueles alergicos a ventoinhas como eu, embora haja alguns barebones e caixas bem bonitas, depois, aki a a possibilidade de utilizar o software GeeXbox, que é uma peça de software surpreendente..

Agora a solução melhor...depende dos gostos, aki para mim conta o ser suportado por comunidades, e que seja de codigo aberto para garantirmos TODOS JUNTOS que temos o Media Center Perfeito.


PS: Sabes que é possivél instalar o XBMC na AppleTV ?

ArmPauloFerreira disse...

Só agora reparei a falta da resposta a esta boa contribuição. Sorry!

Sim sei bem dos hacks para permitir o XBMC e outros para a AppleTV. Não tenho nenhuma mas se calhar também nunca a alteraria, uma vez que tenho tudo e ecossistema Apple. Ao mesmo tempo nunca poderia ser a minha escolha de um Media Center precisamente por não suportar directamente os formatos de conteúdos que mais uso (leia-se "sacar" ou "importar").

Neste momento a escolha de aparelhos desta natureza cresceu bastante: WD, eGreat, Asus, Iomega, etc, etc...