quarta-feira, 23 de maio de 2012

Banzai #2... numa FNAC perto de si!

Tenho a referir, que se encontra à venda nas lojas FNAC, há algumas semanas, a segunda edição da revista "Banzai"...


"Um dos movimentos que mais tem crescido entre os jovens tem sido o anime e o manga... e Portugal não tem sido a excepção. Entretanto, começam a aparecer autores de banda desenhada com um estilo manga inato.
A BANZAI é onde apresentamos estes novos talentos.


Trimestralmente, poderão seguir as aventuras de "TMG" de Joana Rosa Fernandes, "Kuroneko" de Cristina Dias e "Miau Miau" de Natália Batista e os one-shots dos mais variados autores nacionais." via NCreatures, a editora

Encontra-se disponível numa próxima FNAC portuguesa, em venda exclusiva, o segundo número da Banzai, que tem estado bem posicionada no top anime da FNAC (se não é em primeiro lugar... é em segundo. É obra!).
Recomendo a descoberta deste grupo de criativos artistas nacionais!

Estive em Abril no lançamento promocional desta edição, que aconteceu na FNAC de Sta.Catarina, com o pessoal que alimenta a Banzai, onde as diversas artistas/argumentistas demonstraram ao vivo os seus talentos e com o incansável Ricardo Andrade da editora NCreatures (numa boa conversa), tendo sido muito bem recebido e onde deram todos uma palestra de tudo o que move este projecto que deve ser mantido debaixo d'olho.

Fica aqui um exemplo da arte de uma das páginas...



...e os interessados, ajudem este projecto assinando a Banzai.
Mais informações em Banzai/NCreatures


terça-feira, 22 de maio de 2012

Cine-cena: Something Borrowed (2011)... e as cenas de dança



O filme "Something Borrowed" (2011) é uma comédia-romântica, que não foi muito bem tratada pela critica (todas negativas) mas até que achei-o bem fixe e muito interessante! É o normal "mau gosto" por aqui...
Uma das situações mais castiças (entre muitas deste filme) são as cenas de dança.

Uma muito engraçada é a que se passa num bar, onde mais que dança a situação vai descambando numa rivalidade (ver no YouTube - os direitos da cena não permitem a incorporação aqui no blogue, bastards!) e uma outra muito "fofinha" cena de dança, também protagonizada pelas actrizes Ginnifer Goodwin e Kate Hudson, mas desta vez num momento de amizade.
Enjoy it!



Esta cena até gerou uma pequena onde de imitações, como se pode ver no Youtube... neste video de mãe e filha por exemplo.






sexta-feira, 18 de maio de 2012

MyJukebox/RIP: Donna Summer... na Charlie's Angels 2 OST

Donna Summer
"Last Dance"
Charlie's Angels: Full Throttle (Music From The Motion Picture)



Estava aqui a verificar no iTunes o que tinha da Donna Summer, que faleceu ontem dia 17, vitima de cancro com 63 anos. Sabia que tinha algo dela mas não qual música. Estranhamente, descobri que até só tenho mesmo uma só canção dela... e encontra-se na OST (colectânea de canções do filme).
Por acaso, a soundtrack-álbum em questão é muito interessante e tem diversas boas faixas. Vá lá... filme é fraco mas também não é tão mau como se apregoa por aí. Isto é apenas um amalucado produto de entretenimento over-the-top com a bandeira girl-power asteada... but who cares if its funny?


Ora bem... isto lembrou-me que a música de Donna Summer foi realmente bastante utilizada em filmes. Assim, sem ter muito a contar sobre a artista (não... como sempre, nada de Wiki por aqui), presto uma positiva (e diferente) homenagem, escolhendo uma cena de "Charlie's Angels 2" onde a canção "Last Dance", desta mítica rainha do disco-sound é muito bem utilizada (cena de dança protagonizada por Cameron Diaz) com grande efeito contagiante e muito cool. Enjoy it!





Já gora, fica aqui um video da Donna Summer, com a "Last Dance" (agora como faixa inteira).



R.I.P.
Donna Summer
1948-2012

:-(

quinta-feira, 17 de maio de 2012

MyJukebox: Perry Blake - Driftwood


Perry Blake
"Driftwood"
("Still Life" - 2002)



quarta-feira, 16 de maio de 2012

IndieLisboa 2012... vencedores e pensamentos indie





A 9ª edição do IndieLisboa (2012) aconteceu no Grande Auditório da Culturgest e culminou com a exibição do filme "Le Skylab" de Julie Delpy.




O júri atribuiu os prémios aos seguintes filmes:

> Prémio do Público IndieJúnior Estrelas e Ouriços (valor 1.000 Euros)
O Cão e a Chave / The Dog and the Key de/by Hee Jung Kim

> Prémio do Público para Melhor Longa Metragem
Whores' Glory de Michael Glawogger
> Prémio Amnistia Internacional (valor 1.250 Euros)
From this day to where de Mathias Eriksen e Matias Rygh
Menção Honrosa: Bon Voyage de Fabio Friedli
Menção Honrosa: Meet The Fokkens de Gabriëlle Provaas e Rob Schröder

> Prémio Árvore da Vida para Melhor Filme Português
Luz da Manhã de Cláudia Varejão
Menção Honrosa: Mupepy Munatim de Pedro Peralta

> Prémio TAP para Melhor Documentário Português
A Vossa Casa de João Mário Grilo

> Prémio TAP para Melhor Longa Metragem Portuguesa de Ficção
Por Aqui Tudo Bem de Pocas Pascoal

> Prémio RTP Pulsar do Mundo
Meet the Fokkens de Gabriëlle Provaas e Rob Schröder

> Prémio de Distribuição TVCine (5.000 Euros para ajudar à distribuição do filme em sala em Portugal)
L'estate di Giacomo de Alessandro Comodin

> Prémio para Melhor Longa Metragem Portuguesa (5.000 Euros)
Jesus por um Dia de Helena Inverno e Verónica Castro

> Grande Prémio de Longa Metragem “Cidade de Lisboa” (10.000 Euros)
De jueves a domingo de Dominga Sotomayor


De Jueves A Domingo


Devo dizer que admiro e gosto muito de cinema independente. Acaba por ser a área do cinema onde mais vezes sinto que vi cinema a sério.
Seja por os escolher ou ver por intuição, pois normalmente há pouco buzz sobre estes filmes, pois afinal de contas, e tal como sucede com os filmes do Festival de Sundance (ver os vencedores da edição desta ano, clicando aqui), o que por aqui se encontra é cinema muito ausente de estatutos instituídos (normalmente os nomes dos realizadores/elencos são pouco relevantes ou sonantes do circuito mainstream), uma vez que este tipo de produção (com menores orçamentos) que nos chegam a nós são propostas quase-anónimas onde é nas respectivas premissas (e outro material promocional) que retêm o poder do apelo sugestivo. (Acho que ficou um parágrafo confuso... paciência.)

Muitas das vezes o que por aqui noto é que estes filmes, sem os festivais para se exibirem-se e se promoverem (especialmente ganhando prémios)... passam ao lado do interesse geral do público. Mesmo quem aprecia assistir a dramas, acaba por ter quase todas estas propostas a passarem ao lado... e estas obras penso que caem mesmo no esquecimento. Muitas das vezes, muitos destes filmes acabam a ser somente resgatados quando as carreiras dos realizadores ou actores, com a evolução, muitos deles se destacam... e os títulos anteriores lá acabam por ganhar novo fôlego. Mas lá está... ganham nova atenção quando algum o estatuto é conquistado. É irónico e é uma pena...

terça-feira, 15 de maio de 2012

Cine-cenas: The Matrix Revolutions [2003]


Um diálogo de "The Matrix Revolutions" (2003), que é bastante importante (mais do que parece) e que encerra nele mesmo a essência desta trilogia.


[Neo]
I just have never... 

[Rama-Kandra]
...heard a program speak of love?

[Neo]
It's a... human emotion.


[Rama-Kandra]
No, it is a word. What matters is the connection the word implies. I see that you are in love. Can you tell me what you would give to hold on to that connection? 


[Neo]
Anything.



Assim, a questão promocional do primeiro filme ganha a resposta final:
What is the Matrix?
Love is the answer.


Quotes: blog Cinédrio

terça-feira, 8 de maio de 2012

Blitz... Maio'12 nas bancas

Já marca presença há vários dias nas bancas nacionais, a edição de Maio da revista Blitz #71...


Mais detalhes sobre esta edição lá no site da revista, clicar aqui.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Empire Portugal... Maio'12 nas bancas

A capa da edição da Empire portuguesa de Maio... "promete"!


A actriz sueca Noomi Rapace, muito conhecida da trilogia "Millenium" (Suécia), na sua nova incursão por Hollywood (depois do segundo "Sherlock Holmes" com Robert Downey Jr.), faz enche a capa da Empire que é dedicada à prequela da saga de "Alien", onde Ridley Scott regressa à saga e ao sci-fi com "Prometheus"... vamos ter filme!

Deixo também a capa da Empire inglesa... humm... onde é que já vi isto?