quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

"Avatar": Ainda mais criticas... o que eles dizem (parte 2)

Ao estilo de um outro anterior artigo (e não esquecer a mui acertada review do J. Mourinha do Ypsilon) ficam aqui mais algumas opiniões acerca do filme sensação do momento: "Avatar".

Já vi o filme e adorei. Especialmente pelo uso do 3D...
É visualmente maravilhoso e ficará de referência ao nível técnico e visual. Contudo apesar de ter uma história muito épica... acaba por ser simplória. Mas e que interessa isso se o filme é espantoso! Ide ver!!!



Hotvnews

Uma review muito completa a vários níveis que este blog nos oferece. Quase nem dá para discordar de nada do que é dito pois abraça tantos pontos que merece ser lida várias vezes até.


(...) "Criado para conquistar a história do cinema, os corações e as carteiras dos espectadores, Avatar apresenta-se como um produto glorioso da persistência e inovação e um exemplo de que, estranhe-se, a Sétima Arte ainda é capaz de produzir o WOW! Capaz de marcar uma geração."
(...)
"Cameron é um génio da realização, mas a sua habilidade prosaica, não deixando muito a desejar, está uns furos abaixo. Ao assumir Avatar como a sua brincadeira cinematográfica pessoal – o filme é, largamente, uma produção industrial individual – o realizador canadiano torna-se responsável directo pelas virtudes e desvirtudes da sua criação. E sendo Avatar, visualmente, uma epifania do regalo sensorial, a falta de um argumento igualmente grandioso acaba por deixar uma réstia de desilusão, cujas proporções dependerão da perspectiva de cada um."
(...)
"A imersão criada é fundamental no estabelecimento de uma narrativa que, no seu fundamental, não tem nada de particularmente novo. Mas o que importa aqui nem é a estória que é contada, mas como é contada, e nem a longa duração da película afectará a sua estrondosa qualidade. Afinal de contas um épico quer-se épico, enorme e glorioso como a tradição o impõe. E se há quem se possa ter aborrecido com as quase três horas de filme, muitos mais haverá que não se importariam de vê-lo durar a tarde/noite toda."



Cine31

Talvez mesmo a review mainstream mais acertada com que me cruzei... Sem euforismo e realista. E depois o aplicar do termo "naturalista" foi mesmo "na mouche"!

(...) "não me recordo de um filme nos últimos anos ter causado tanto espanto e admiração e opiniões positivas como este, pelo menos nesta escala. Li muitos textos de pessoas que quase tiveram orgasmos no cinema. E também li muita choradeira: é parecido a Pocahontas, Danças com Lobos, nham nham, história repetida, blá, blá, parecem os Ewoks, o Estrumfes, os Ursinhos Carinhosos ou Thundercats azuis, e sei lá mais o quê!"
(...)
"Se há um adjectivo para este filme é: naturalidade."
(...) "deixem a política e o preconceito á porta do cinema e vivam esta experiência extraordinária, aterrem na lua Pandora, corram entre as árvores, voem entre as montanhas flutuantes nas costas do banshees e apaixonem-se pela vida que nos rodeia. Pelo menos até o projector se apagar."



iSwitch

Nem sei como este hipótese não foi mais debatida: Qual é a que vale mais a versão 3D ou 2D?
O JPCarvalhinho explica as suas razões e defende mais a versão 2D...


"Bem… na realidade, o filme é uma pura demonstração técnica do que se consegue fazer hoje em dia em Computer Graphics. E é uma puta duma demonstração.
Consegue-se criar um mundo alternativo totalmente virtual tão credível, com alterações físicas tão subtis (noção de escala das personagens, ou simplesmente uma força de gravidade inferior...), ou seres tão detalhados resultantes de cruzamentos de espécies terrestre, que tudo o que se vê, desde os bichos, aos equipamentos bélicos que aparentemente pesam mais do que 300 Airbus A380 que voam… que tendencialmente… acreditamos.
E é isso que este filme tem de bom, bolas de excelente… é fácil acreditar...
"
(...)
"o confronto versão 2d e versão 3d. A versão 2d é soberba." (...) "O que o 3d oferece à cena é pouco, excepto nas situações em terreno aberto, onde uma profundidade de campo maior, ajuda a contratar mais os afastamentos dos objectos." (...) "De resto, a perda de nitidez de imagem, inerente à utilização de uma técnica que ainda não é perfeita, dependente de óculos, que interferem na “visibilidade” e sobretudo no conforto… aliado a um custo superior… simplesmente não compensa."


Quando puder... deixarei a minha leve-review de "Avatar"... que não difere muito das que aqui tenho alinhado... mas também há os que não apreciam o filme...

7 comentários:

Nasp disse...

No dia de hoje o Avatar tornou-se no 2º filme mais lucrativo nas bilheteiras, acabou de passar o Regresso do Rei....

Agora falta-lhes só derrubar o Titanic... o que pessoalmente ainda não acredito :)

Mesmo com a ajuda do preço dos bilhetes em 3D isto não deixa de ser um "fenomeno", o filme só têm mais ou menos 20 dias de cinemas... :)

CINE31 disse...

É um êxito merecido. A ver se entusiasma os estúdios a fazer mais filme épicos mas com coração.

Creio que o Paulo soube escolher os melhores excertos da minha opinião sobre o filme, e acho uma boa iniciativa comparar várias opiniões!

ArmPauloFerreira disse...

Ainda há mais alguns blogs com as suas respectivas criticas mas as que aqui tenho colocado são aquelas que mais aprecio, portanto as melhores. E aquelas que sabia não me virem a disiludir quando visse o filme (que curiosamente o vi entre estes dois posts).

O filme é totalmente pop e puro cinema mainstream.
Não é dedicado aos "intelectuais" que renunciam e dizem sempre mal do género mainstream... mas também quem (os que estão do outro lado critico) quer saber deles?
Avatar merece todo o sucesso.

CINE31 disse...

Nem mais!

Tenho também que mencionar que também concordo com as opiniões dos blogs iSwitch e Htv. Agora resta esperar por Avatar 2, vou já apra a fila no cinema!

Carlos Martins disse...

Eu só me interrogo é sobre a direcção que Cameron quererá dar à saga nos próximos "capítulos". :)

ArmPauloFerreira disse...

O conceito do filme permitirá dar algumas reviravoltas interessantes.
Falta neste universo o planeta Terra, o conselho que decidiu explorar Pandora, que motivados pelo desastre financeiro da perda da extracção, poderiam insistir numa nova investida desta vez mais fatal para todo o planeta. Um ataque ainda mais vigoroso a uma maior escala.

E sendo Jake agora um Na'vi... mas com conhecimentos militares bem que poderia fazer a educação destes nativos para os preparar melhor para a guerra (tipo Chaka Zulu) e até quem sabe resgatarem naves para enfiarem-nas cheias de Na'vis e virem atacar eles mesmo dar uma lição á Terra.

Neste aspecto, seria também interessante ver aos Na'vi terem avatares humanos. Era algo que de certeza o lado cientifico iria apoiar depois do que lhes sucedeu.

Em todo o filme achei estranho o nosso oxigénio não lhes fazer mal. É que isso daria pano para mangas... se eles respiram gás bastava mandar uma bomba de oxigénio... assim lá se foi um ponto bom para explorar.

Acho que também faltam aventuras aquáticas em Pandora (e mais descobertas deste meio). Até para que "O Abismo" de Cameron tenha referências em Avatar ainda mais directas (não pode ser só o "Aliens", o "True Lies" e os outros a terem direito...)
E conhecer mais os outros povos terrestres (alguns pareceram-me até mais apetrechados que os Navi... o povo dos "cavalos" por exemplo).

E como todos acusam o filme de ser cliché... não faltam é ainda mais clichés de outras histórias para enfiar nas sequelas do filme.

Nasp disse...

Eheh... defacto o Universo das sequelas está muito aberto, mas não acredito que se passe fora de Pandora ou dos Planetas ao seu redor... Mesmo que se passe numa outra lua como já ouvi dizer não sei como é que vai aproveitar as mesmas personagens/bonecos fora de Pandora, os Na'vi não querem saber de tecnologia e não vão pilotar naves :)

A minha aposta, e podem já escrever é que Avatar 2 vai explorar o mundo aquatico de Pandora, Cameron têm grandes conhecimentos da vida marinha e vai adapta-los para lá.... acho que os Na'vi e o clã Omaticaya terão um qualquer problema com algo aquatico :) que ainda não conhecemos e que vai ser explorado!!!