terça-feira, 17 de agosto de 2010

Speedlinks (cinema): o cinema explicado no CineRoad

E ainda se chama a esta época a "silly-season"...

Muitas das vezes vemos um filme sem pensar no muito que o realizador empregou tecnicamente para fazer o filme. Outras vezes, desconsidera-se um certo tipo de cinema de realizador-autor, muito porque tudo isto passa invisivel e a técnica, o savoir-faire, nos passa ao lado.

Hitchcock e Kubrik, por exemplo, eram alguns dos cineastas que se notava mais usarem a sua imensa arte para poderem contar a história. Arte que sobressaia na manipulação de todas as técnicas (e as que inventaram para poderem "realizar" o que imaginavam) fazem-nos apreciar as suas obras para lá da ideia de "meros filmes". São mestres do cinema, entre muitos.
Ás vezes é por aqui, por muitos de nós sermos mais leigos nestes assuntos e técnicas, que não se consegue ver a magnificência da obra toda para além da narrativa e dos actores.

Por exemplo no filme "A Corda", Hitchcock se usa a montagem de maneira discreta apenas para unir takes longuíssimos, onde as técnicas de realização e encenação são utilizadas para substituir a própria montagem.
Nem sabia que tinha um nome esta técnica, a "Montagem proibida", técnica que posso já dizer ter sido foi Hitchcock quem me fascinou por ela, que usou-a imensas vezes, tendo ele neste filme usado a técnica ao máximo (todo o filme foi filmado em pouco takes).



São situações como esta que o blogger Roberto Simões, decidiu explicar de maneira simples e exemplificada, para que todos nós conheçamos bastante mais do que se faz nos filmes e contribuindo assim para um maior alargamento da nossa apreciação cinéfila.

Recomendo a visita a esta importante rúbrica, que iniciou no CineRoad.

DOC - Desconstruindo O Cinema, no CineRoad

2 comentários:

Nekas disse...

Já vi o primeiro doc. Muito útil e qualitativo.

Abraço
Cinema as my World

ArmPauloFerreira disse...

Esperemos que o Simões vá fazendo mais alguns que são super valiosos.