quinta-feira, 29 de maio de 2008

Apple lança actualizações... e gigantes!


Andamos todos satisfeitos por a Apple ter disponibilizado uma nova actualização ao Mac OS X.
Passou desta vez para 10.5.3!

No entanto fiquei abismado com o peso deste update, pelo software update. Caramba, que mexe mesmo com os limites de tráfego dos acesso á internet de cada um.
E nas empresas? Se tiverem imensos Macs, então é que a coisa se torna mesmo "pesada". No entanto para as empresas existem soluções para isso (já dou uma ideia no fim).

No meu iMac G5 (20" iSight) lá de casa, a actualização "pesou" quase 200Mb e num PowerMac G5, lá no trabalho, os mesmos cerca de 200 Mb.
Agora nos Macs com processadores Intel, a situação agrava-se ainda mais: 420Mb!

São updates grandes demais...
Isto dos Macs com processadores PowerPc parece que ainda tem vantagens... pois os updates têm sido sistematicamente mais "leves" que os Macs com Intel, que gastam normalmente o dobro ou mais.

Mas a Apple não se fica por este números pois se descarregar a actualização pelo site, nas correspondentes versões combo, tudo isto ainda é mais agravado. A actualização Mac OS X 10.5.3 combo pesa uns bons e respeitáveis  532 Mb. Puxa vida!!!


Já imaginaram o que seria do mac-user se não existissem os acessos de banda larga?

Caramba, que ainda recordo os tempos em que se surgisse uma actualização com 5Mb, já ficávamos de pé atrás caso a ligação caísse pois nos tempos do modem a vida não era tão ágil como é agora com banda larga (e da boa como há por aí). E uma actualização de 5Mb já metia medo por ser tão grande. Ás vezes, até se lançavam estas actualizações divididas em duas ou três partes.
As evolução tem sido tanta que até já uma música em MP3 ou AAC, de poucos minutos mas com muita resolução já tem mais de 5Mb.

Mesmo assim, nos dias de hoje nem todos podem ter uma banda muito... larga! Primeiro é o tempo que demora a descarregar estes tipos de updates massivos de "meio-Giga". Depois é o tipo de oferta que nos permitem as operadoras de internet e os acessos mais em conta. tenho pena daqueles que têm um Mac e dependem da internet móvel 3G (que para mim é o acesso de banda larga mais prático por ser móvel mas que tem condições e limites bem diferentes das ligações fixas.
E reparem... este update sai quase no fim do mês... a altura em que muitos ainda estão a fazer contas ao que ainda resta do seu plafond internacional. Um update assim como este tipo pode arruinar a factura mensal.


A actualização do Mac nos ambientes empresariais...


O Mac OS X Server também teve actualização para 10.5.3!

Actualizou bastantes situações mas o update foi ainda mais massivo: 496Mb no meu caso!
Se tivesse optado por descarregar o combo ascenderia aos 632Mb.
É mesmo muito!

Ainda sou do tempo que o sistema todo completo enchia só um Cd-rom...

Não sei mas a Apple tem de rever muito melhor a qualidade dos sistemas operativos quando os lança, para que tenho de fazer actualizações mais pontuais e não tão massivas como tem sido.

E o Leopard nota-se, pelas actualizações, que não saiu tão bem quanto deveria...

É de peso podem crer!

Se não se tem um bom plano bastante rápido e com tráfego valente ou ilimitado, pode ficar feia este tipo de actualizações.

Imaginem numa empresa um parque com 10 Macs Intel: 10x 420Mb = 4,2 Gb de uma só vez!
E se tiver um Mac server  a juntar a esta situação, ascenderá practicamente aos 5Gb num só dia. É de assustar!

Qualquer administrador de empresa poderá pensar que a malta anda a descarregar filmes e cenas do género...


O Mac OS X Server Leopard, poderá dar uma boa ajuda nesta situação.

O Mac OS X Leopard server tem a funcionalidade de Software Update Server. Com esta característica passa a ser o Server quem descarrega uma só vez a actualização e depois os Macs que são clientes dele obtêm uma cópia dessa actualização e actualizam-se.

Para o utilizador é uma actualização tal como o método normal, ficando o Server a tomar conta das actualizações. Pode-se assim controlar os gastos de tráfego para todos os Macs de uma forma mais eficiente. Tem é de se usar o gestor do server, a aplicação Server Admin, e activar esta função.
É uma ideia...

6 comentários:

Rui disse...

Bom Post.

Rodrigo disse...

Pois é, os updates a cada dia são maiores...

Por acaso hoje mesmo configurei um dos nossos servidores com o serviço Software Update. Um detalhe importante, é que o 10.5 Server só baixa updates do 10.5 (client/server) e o 10.4 Server, a mesma coisa, só baixa updates para o 10.4 (client/server).

Amanhã escreverei um artigo sobre isso!

ArmPauloFerreira disse...

Curiosamente, cheguei a ter essa função ligada mas quando vi que descarregava tudo o que a Apple lançava de actualizações... desliguei-a.
Também por azelhice minha não havia ordenado para só receber os novos updates... e o Server começou a "puxar" tudo e mais alguma coisa. Ficou desligada a função porque aterrorizou-me a quantidade de tráfego que começou a gastar...

Ontem, voltei a pensar nisso devido ao crescente tamanho dos updates. Na realidade, por não ter testado devidamente não cheguei a saber desse detalhe que o Rodrigo refere.

Realmente há algo de estranho nisso. Para mim o Software Update Server deveria ter uma opção de indicarmos quais os Macs que estão ligados a ele e depois disso ele passar a receber os updates adequados para os clientes.

Obrigado pela dica, Rodrigo!

Rodrigo disse...

Pode-se dizer que o SU é uma boa idéia, mal implementada... Ainda precisa ser bem mais lapidado pela Apple.

A Microsoft possui há alguns anos o WSUS, que faz a mesma coisa, mas de maneira bem mais elegante e eficiente.

Bruno Amorim disse...

Engraçado.. o meu Mac tem processador Intel e o update que tive foi de 200mb! Não de 400 e tal...

ArmPauloFerreira disse...

Bruno cada caso... é um caso! Nos Macs com intel que mexi (iMac aluminio e dois MacBooks) todos receberam updates de 420Mb...
O meu iMac G5 recebeu só ±200Mb...