quarta-feira, 21 de maio de 2008

A evolução histórica do roubo


Todos os dias andamos a ser roubados com os combustíveis.
E por incrementos graduais...

5 comentários:

Peter Gunn disse...

Xlente comparação!

E bem colocada sem dúvida no dia a seguir à GALP revelar os lucros para o primeiro trimestre de 2008... qualquer coisa como um aumento de 23% nos lucros liquidos em comparação ao mesmo periodo do ano passado!

Sim sr, agora só falta mesmo é aumentar mais 15% os combustiveis para alcançar o real valor a que é comprado o petroleo (como foi dito pelo presidente da associação portuguesa de combustiveis ou coisa parecida) e que tanto prejuizo tem trazido às industrias petrolíferas nacionais...
23% de aumento de lucros? É mesmo um roubo acredita.

Um abraço cada vez mais triste com tantos gatunos

ArmPauloFerreira disse...

Temos de andar todos preocupados mesmo. Então com tanto lucro porque ainda continuam a aumentar tanto? E eles compram o petróleo em euros que faz com que fique a um preço baixo para nós no cambio. Se pensarmos bem, se eles actualizassem os valores para a realidade dolar-euro, se clahar voltavamos a ter o combustivel aos preços de há 3 ou 4 anos...

Bruno Castro disse...

Espectacular!!!
Está bem exemplificado o roubo de que somos alvo no dia-a-dia!
Também vais ser "roubado" neste post...
Então o Joe Cocker hoje vai estar na tua terra?

ArmPauloFerreira disse...

Estás á vontade! Não aumentes é ainda mais o custo do combustível. Eh, eh, eh!

Parece que sim. O Joe Cocker vai actuar no Pavilhão Municipal, ou melhor em frente ao El Corte Inglés. Por acaso merecia ter publicado aqui um post mas como não sou apreciador da música dele...
É engraçado que o concerto se destina à Juventude de Gaia. Pensava que gostavam de coisas mais adequadas a eles... lá dentro vai ser só cotas e bétinhas. E as pitas todas do strip-tease talvez...

Bruno Castro disse...

Pelos vistos, parece que não foi grande coisa, segundo o que vinha no Jornal de Noticias, foi uma actuação mediana...
Se tivesse tido conhecimento mais cedo, era bem capaz de ter ido.