quarta-feira, 14 de maio de 2008

FCP ou SLB: o melhor está sempre por cima!

Nesta guerra (necessária) entre FC Porto e SL Benfica. Um deles preocupa-se sempre em fazer melhor que o outro. É assim mesmo que nós os adeptos exigimos. Este ano não foi nada bom para os encarnados em termos de levar a melhor nesta rivalidade de décadas. Vejamos que o campeonato acabou há dias e o FC Porto já era campeão há semanas. O pior foi o benfica terminar num 4ª lugar que já não lembrava a ninguém.

A rivalidade fez-me desde sempre ouvir termos como:
"Agora estais a olhar para cima. Até vos deve doer o pescoço!".
Esta época passou-se mesmo assim. O Benfica lutou praticamente pelo segundo lugar desde o inicio do campeonato e esteve todo o ano desportivo a ver o FC Porto sempre em primeiro.
Portanto compreendem o título ao dizer que o melhor está sempre por cima.

Mas nada melhor que uma imagem da Casa do Benfica em Águeda para ilustrar bem a minha afirmação.
Afinal, uma imagem vale por mil palavras...


Então digam lá: o melhor não é aquele que está por cima?
Bibó Puorto, carago! Biba!!!

4 comentários:

Bruno Castro disse...

Ó Paulo eu lembro-me e bem e com alegria, o Benfica em 2000/2001 no ano que o Boavista foi campeão, ficou em 6º lugar e nem à UEFA foi. Na época seguinte 2001/2002, que foram os lagartos campeões, ficaram em 4º lugar.
Por isso não vai assim à tanto tempo quanto isso.
E mais, a seguir a essa época, o Porto em 6 campeonatos ganhou 5, deixando fugir um para o lampiões em 2004/2005 aquando da saída de meia equipa atrás do Mourinho.

ArmPauloFerreira disse...

É mesmo! Tens melhor memória do que muita imprensa que por aí. Acho que andam a omitir esses factos para a depressão da nação não ser tão grande.
Sendo assim até já estão habituados...

Mas não é demais ver a bandeira do FCP por cima duma cCasa do Benfica? Claro que sim!

Bruno Castro disse...

E é claro, em 2002/2003 e 2003/2004, o FC PORTO ganhou tudo o que havia para ganhar!!!
Bibó Puerto Carago!!!

Bruno Castro disse...

A da bandeira está de mais, é pena ser tão pequena...