segunda-feira, 8 de março de 2010

Oscars 2010: os vencedores (e algumas breves observações)

O maior vencedor desta edição dos prémios da Academia, os Oscars 2010, foi o filme "The Hurt Locker" de Kathryn Bigelow, que é somente a ex-mulher de James Cameron (sim esse mesmo, o criador de "Avatar").
A primeira mulher a ganhar um Óscar na categoria de realizador (deve ter sido por ser Dia da Mulher e tal...).

Eu não acreditava que Avatar ganhasse o prémio de melhor filme mas ao menos o de realizador esperava devido ao gigantesco trabalhão e visão que foi necessário para ele existir (incluindo novos métodos e a tecnologia que foi necessário inventar para ele poder até ser feito). Nem por tudo isso ganhou... pois saiu derrotado por ela com a sua bomba "baratinha" que ele não soube desarmar com todo o seu "mais caro high-tech".
Será que ele se vai refugiar para o mundo de Pandora?
Esperemos que sim para nos chegarem as 2 sequelas ao menos. Daqui a 10 anos ninguém se vai lembrará já deste filme (marcará a história destes prémios por ter uma gaja vencedora...).
Acredito que o Avatar vai estar nas prateleiras (e bem á vista) em muitos lares por todo esse mundo fora. Se calhar bem encostadinho ao "The Dark Knight", ao "Wall-e", "Star Wars", etc...

Fiquei satisfeito por (ao menos) Star Trek "puxar as orelhas" aos outros maquilhadores da competição.

Sem nenhuma surpresa os prémios de Up e Inglorious Basterds. Se fosse um desfecho diferente é que era uma surpresa... pela negativa, é claro!

Esperemos que a Sandra Bullock não perca o tino com este Oscar pela sua representação, pois até aqui as antecessoras (excepto uma ou outra) nunca mais se recompuseram de o ter ganho, parecendo que até deixaram de saber representar. Que é feito delas?

Se calhar é por isso que a Academia tem poupado tanto a Meryl Streep deste galardão...
Afinal, se já bateu o recorde de nomeações (6x) e nunca ganhou nada até aqui, que mal faz ele receber mais umas quantas e ir representando sempre com todo aquele grande nível. Assim contaremos desde já com mais uma próxima nomeação dela pois já sabemos que se lhe derem o prémio nunca mais ouviremos falar dela...

Por fim, a dupla de apresentadores esteve muito bem e à altura. Alec Baldwin convenceu!
Criticável pela negativa é apenas o pouco tempo destinado aos prémios que tinham mais que uma pessoa para o receber. Como poderiam eles todos ter tempo de dirigir as suas palavras e agradecer?
Tudo para o evento ser bastante dinâmico. E foi mesmo...


Eis a lista dos vencedores:


The Hurt Locker
Melhor Filme
Melhor Realizador(a) - Kathryn Bigelow - pela primeira vez uma mulher venceu nesta categoria...
Melhor Argumento Original - Mark Boal
Montagem - Bob Murawski e Chris Innis
Edição de Som - Paul N. J. Ottosson
Mistura de Som - Paul N. J. Ottosson e Ray Beckett





Avatar
Efeitos Visuais - Joe Letteri, Stephen Rosenbaum, Richard Baneham e Andrew R Jones
Fotografia - Mauro Flore
Direcção Artística - Rick Carter, Robert Stromberg e Kim Sinclair









Up
Melhor Filme de Animação - Pete Docter
Banda Sonora - Michael Giacchino









Precious
Melhor Argumento Adaptado - Baseado em "Push" de Sapphire - Geoffrey Fletcher
Melhor Actriz Secundária - Mo’Nique









Crazy Heart
Melhor Actor - Jeff Bridges
Canção Original - "The Weary Kind" por Ryan Bingham e T Bone Burnett








The Blind Side
Melhor Actriz - Sandra Bullock









Inglourious Basterds
Melhor Actor Secundário - Christoph Waltz











Star Trek
Maquilhagem - Barney Burman, Mindy Hall e Joel Harlow















E ainda:
Melhor Filme Estrangeiro: El Secreto de Sus Ojos (Argentina)
Melhor Guarda-Roupa: The Young Victoria - Sandy Powell
Melhor Curta-Metragem: The New Tenants - Joachim Back e Tivi Magnusson
Curta-metragem de Animação: Logorama - Nicolas Schmerkin
Documentário: The Cove - Louie Psihoyos e Fisher Stevens
Documentário em Curta-metragem: Music by Prudence - Roger Ross Williams e Elinor Burkett



Os belos posters, alternativos e sarcásticos, que abrilhantam esta bela lista (excepto o de Crazy heart) foram "emprestados" pelo College Humor... 

5 comentários:

Jackie Brown disse...

No geral não estou muito de acordo. Achei uma cerimonia chata e com premios mal entregues.

E também acho coicidencia a mais Bigelow ganhar no dia da mulher.

Abraço!

ArmPauloFerreira disse...

Já vi algumas anteriores bastante mais enfadonhas. que esta. Esta teve ritmo tipo MTV Awards, o que não quer dizer que goste mas foi sempre a andar... e ao menos não aborreceu de morte com as actuações ao vivo das canções dos filmes, por exemplo.

Nasp disse...

Eu por acaso meti o despertador para ás 3h.30 da manhã para ver a parte final, mas se sobesse no que ia dar tinha mas é ficado detadinho.. :)


E que dizer do Tom Hanks na atribuição do oscar de melhor filme, só percebi quando a Bigelow regressou... Bigelow essa senhora de 30 e poucos anos :)

Não gostei foi mesmo nada, nadinha da ultima frase do Steve Martin :(

ArmPauloFerreira disse...

O Tom Hanks parecia estar a fazer um frete... eu acho que ele vinha convencido que ainda seria o Avatar e vinha já sem disposição. De notar que depois de dito o vencedor ele sossegou e cumprimentou-os com mais vontade...

Nasp disse...

http://www.youtube.com/watch?v=kLNTDeNChJw