sábado, 2 de maio de 2009

Música da Semana: Amália Hoje "Gaivota" (parte 1)

Ora aí está um projecto bastante interessante que nos brinda com a sua proposta invulgar na revisitação do legado da incontornável diva do fado:
Amália Rodrigues.

Em Amália Hoje as canções que Amália cantou, são interpretadas pelas vozes de Paulo Praça (Turbojunkie, Plaza, etc.), Sónia Tavares (The Gift) e Fernando Ribeiro (Moonspell), surgem em surpreendentemente revisitadas como nunca as ouvimos em versões, idealizadas, arranjadas e produzidas por Nuno Gonçalves (The Gift).

Os "fados", ou melhor o alinhamento de "Amália Hoje" é o seguinte:
1 - Fado Português
2 - Grito
3 - Gaivota
4 - Nome de Rua
5 - Formiga Bossa Nova
6 - Medo
7 - Abandono
8 - L’Important c’est la Rose
9 - Foi Deus

A propósito a revista Blitz deste mês oferece um CD-single promocional que tem o tema "Gaivota" e um video com um making-of onde desfilam mais 4 temas num medley.

Desde já tenho a criticar negativamente, a falha grave que é a faixa multimedia não funcionar em Mac OS X. A apresentação arranca apartir de um ficheiro .exe . Até parece que eles não usaram os Macs no estúdio...

Quanto à canção "Gaivota" é uma obra de mestre. A vocalista deste tema canta em português (as poucas vezes que usam a lingua materna). Se análise fosse apenas a este tema, poderia já arremessar que soa muito a The Gift, o projecto do mentor e da vocalista dos Amália Hoje. Mas há mais temas para escutar no álbum e de improváveis vozes masculinas nestas coisas do fado...


De certa forma, este super-grupo Amália Hoje funciona um pouco ao estilo dos Humanos que nos devolveram as canções que António Variações não havia editado. No caso dos Amália Hoje é bem diferente e conseguem dar uma abordagem pop apenas e só aos fados de Amália.

No entanto, há que referir que não são os primeiros a fazerem-no ao dar um ar de "fado-remixed". Já outros o haviam feito, por exemplo, estão a trilhar um caminho idêntico ao projeto A Naifa.
Se pensarmos ainda melhor, há mais de 10 anos que o fadista Paulo Bragança dava ares de modernice ao género e por essa razão não era lá muito bem compreendido na altura (este coitado fê-lo cedo demais para o nosso povão o conseguir assimilar...). E por falar nele... parece que anda desaparecido? Logo agora que se tornou "in" ouvir fado, o tipo que mais passou a remar contra a maré vai desaparecer logo quando a maré está a favor. Estes artistas...


Amália Hoje "A Gaivota" (2009)


Continue para a segunda parte onde se aprecio as restantes canções do álbum e um novo video.
Clicar aqui

3 comentários:

Nasp disse...

copmecei a ouvir na radio e fico no ouvido.... tenho que ouvir agora é o album completo.

ArmPauloFer disse...

:-)

ArmPauloFer disse...

(passou-me responder, sorry Nuno!)