quarta-feira, 29 de Julho de 2009

A publicidade "Laptop Hunters" que a Apple obrigou a Microsoft a alterar

A Apple recentemente telefonou para a Microsoft para que esta corrigisse a mais recente publicidade desta das campanhas "Laptop Hunters".

No video original elas criticavam o MacBook Pro de 17 por este custar 2000 dólares.

Lauren dizia: "This Mac is $2,000, and that's before adding anything."
De seguida a mãe perguntava-lhe: "Why would you pay twice the price?," a que Lauren respondia "I wouldn't!" e então voltava para a secção de PCs.

Neste novo video, quando Lauren está na secção Mac, ela diz:
"This one only has a 250GB hard drive. It seems like you're paying a lot for the brand."

Laptop Hunters $1700

1 comentário:

João Sousa disse...

A história de que o departamento jurídico da Apple teria telefonado ao congénere da Microsoft pedindo que retirassem os anúncios (e apresentando como justificação a redução de 100 dólares no preço) parece-me mal contada. Estes departamentos, quando querem comunicar com outros, fazem-no por carta cuidadosamente escrita e hermética no linguajar legal.

Independentemente deste cepticismo, vi um par de anúncios. Compara-se o incomparável, portáteis de entrada com portáteis profissionais. Um destes dias, vão apresentar um "Desktop Hunter" que quer algo abaixo dos 500 dólares a comparar um barebone da Asus com... um MacPro.

Toda aquela (des)conversa de publicitário não teria problemas se a maioria dos profissionais da informática fizesse o seu trabalhinho: filtrar a treta e informar convenientemente o cliente. Infelizmente, vejo que a maioria dos meus colegas prefere manter-se aninhada no seu quentinho e conhecido mundo Windows e, nem eles próprios informam (ou querem), nem procuram alguém externo que o saiba (ou queira) fazer. Por isso, é frequente eu encontrar recém-compradores de laptops porque os seus conselheiros disseram "Ah, isso dos Mac é muito mau, só dão problemas e têm muitas incompatibilidades".