domingo, 16 de maio de 2010

Caminhar sobre a água (Liquid Mountaineering)

Chegou um desporto novo: o Liquid Mountaineering (caminhar sobre a água).


Ora bem, o Liquid Mountaineering é uma prova onde se tenta caminhar o mais possível sobre a água.
É... nunca tinha ouvido falar em semelhante e também me pareceu uma grande tolice... mas depois de vistas as filmagens, a coisa aqui mudou de figura. Bem, mais ou menos...

É sabido que apenas Jesus Cristo o havia conseguido, pelo que o desejo de repetir a façanha sempre perdurou no imaginário da humanidade (é o que suponho e recordo-me de filmes de artes marciais onde já vi meterem lá essa proeza).

São "profissionais" de várias partes do mundo que tentam fazer o "Jesus Walk", desafiando o que até aqui era impossível. Caminhar na água, continua a ser improvável mas estes tipos inistem no assunto e usaram as observações que fizeram do simples arremesso de seixos para a água, que sempre deixou a impressão que se poderia fazer algo com isso, e tiraram conclusões sobre como tentar dar as passadas.

Pois bem... e fizeram-no mesmo!
Equipamento a preceito, sapatilhas desenvolvidas para o efeito e... toca a andar. Entram em velocidade, em curva e têm de colocar o pé muito brevemente na água e muita habilidade à mistura.

O mais curioso é que têm usado vários locais aquaticos para o fazer e desta vez (neste video) o sitio escolhido foi a "nossa" Serra do Gerês.
Uau!



Mas será que é mesmo verdade, aquelas passadas todas sobre a água?
Hummm...

10 comentários:

Zé Miguel disse...

Qualquer pessoa que já tiver dado um chapão nos dirá que a água é bastante dura! Por isso, sim acredito, mas tens que bater com os pés com uma força do catano, e deve ajudar ter pés grandes.

No entanto não me admirava nada que fosse mais uma tanga do youtube :P

ArmPauloFerreira disse...

É... também me deixa a dúvida. Contudo, o conceito está bem apresentado.

Ricardo Vieira disse...

Eu acho que é falso. Penso que eles teriam que entrar na água a muito mais velocidade do que "um correr normal".

E eu vi algures uma imagem parada em que se vê (ou pelo menos parece) uma plataforma na água.

Outra coisa que me faz acreditar que e falso é o facto de eles se afundarem subitamente, como se tivesse caído de alguma coisa. Não seria mais correcto irem-se afundando?

ArmPauloFerreira disse...

A parte de afundarem-se só ao fim de varias passagens é que deixa a pulga atrás da orelha. Penso que deveriam ir afundando mais cedo... Mas em geral está bem feito.

Zé Miguel disse...

Na parte do riacho dá para ver que a água salta muita antes de ele lá chegar, acho que tens razão ;)

Nekas disse...

Bem, falso ou não, criatividade e maluquice não falta! :)

Abraço
Cinema as my World

ArmPauloFerreira disse...

Exactamente.
O mais pertinente para mim ainda é cairem/afundarem no mesmo ponto do lago, quer seja a correr ou á boleia do jet (deve ser onde termina a plataforma) e com isso fazem-nos questionar esta façanha à lá "Jesus-walk"...

Anónimo disse...

Gente,

É difícil acreditar que existem pessoas que ainda acham que isso é possível e se colocam em dúvida se é ou nao verdade.

Poxa, chega a ser ignorância acreditar nisso. Quem assistiu as aulas de física, sabe que é impossível (pra nós seres humanos e com nossas limitações de peso, velocidade, atrito da pisada, em fim)

Eu me mato de rir ao ler esses comentários de gente acreditando nisso.. kkkkkk

aPAULOf disse...

@ Anónimo: Sempre pareceu um embuste. Todos vislumbraram isso mesmo mas igualmente fica também a sensação de terem conseguido dar algumas passadas com a técnica de entar na água "em velocidade, em curva e têm de colocar o pé muito brevemente na água e muita habilidade à mistura". Tentaram e é isso que o video apresentava. Eles a tentar fazê-lo. Eles vão sempre ao fundo...

Zé Miguel disse...

"Eu me mato de rir ao ler esses comentários de gente acreditando nisso.. kkkkkk"

Comentário desnecessário....

Há muitos exemplos da física que demonstram que com a velocidade necessária é possível não afundar, como por exemplo aqueles buggies que andam em cima de água. Assim como quando se atira uma pedra para a água e ela ressalta.

E como estes existirão muitos exemplos de coisas que paradas afundam e que em movimento conseguem "flutuar".