sábado, 29 de outubro de 2011

Cine-critica: I Am Number Four [2011]

I Am Number Four
Sou o Número Quatro
[2011]

- Vou-lhe mostrar as habilidades que sei fazer com as mãos... eheheh!

Realização: D.J. Caruso
Com: Alex Pettyfer, Timothy Olyphant, Dianna Agron, Teresa Palmer...

Sinopse (via Split Screen): "Chegados à Terra vindos do planeta Lorien, eram nove os guerreiros sobreviventes. Porém, nem todos conseguiram escapar à fúria dos seus inimigos ancestrais, os Mogadorianos: o número um foi morto na Malásia, o número dois em Inglaterra e o número três foi capturado no Quénia. A sua morte apenas pode ser em sequência, o que significa que chegou a vez do número quatro. Agora, para poder escapar, ele tem de se misturar na comunidade humana começando por adquirir o nome de John Smith (Alex Pettyfer). Mas, para que se possa preparar para o que se segue, John terá de aprender a dominar os seus poderes e, numa luta pela sobrevivência, ainda tem de descobrir quem verdadeiramente são os inimigos que enfrenta..."

Trailer:


Ora bem...


Filme claramente vocacionado a adolescentes, que aspira oferecer as bases para uma saga que rivalize com os mesmos objectivos de estilo e comerciais tal como existe na saga "Twilight", mas aqui substituindo vampiros por aliens com super-poderes (poderes interessantes e luminosos).

- Vês... os meus poderes não servem só para substituir a luz dos telemóveis no escurinho.
Até também levanta esta coisa!

- Estou a ver. Espero que seja mesmo assim com o resto...
Isso é que será impressionante!

Elenco modesto onde destaca-se Dianna Agron (da serie Glee), o rapaz heroico cumpre a sua função sem grande chama e ainda ganha a sorte de ter uma (vistosa) aliada que também entra nestas "contas".

Teresa Palmer em muito estilo... e a pensar na triste vida que tem de enfrentar.
Talvez ela preferisse enfrentar lobisomens...

Tem de positivo a boa produção visual de Michael Bay e ainda algumas boas canções a desfilar ao longo do filme. Mas não é nada de mais. Apenas entretenimento adolescente que se fosse tratado com mais seriedade até poderia ser algo a ter em conta. Mas sendo assim apenas vê-se bem...

A "murcona" do filme confiante que ele não seja "parado" como um certo vampiro noutra franchise:
- Sabes... tu... tu não vais ser o primeiro!
- Hã... eu vou ser o numero quatro?

Deixa no entanto uma conclusão, pois fica-se a ter uma ideia geral de que nos dias de hoje ir para a escola é um local de atractivos perigosos, além do bullying... afinal, a escola esconde ou vampiros ou aliens com poderes ou monstros, etc. Não é nada fácil para a juventude ir estudar hoje em dia...

Classificação:
5/10


3 comentários:

Nuno Pereira disse...

Eu dava-lhes um quatro :)

Fraquito, muito fraquito, trailer engana bem mas bem :)

ArmPauloFer disse...

Sim, realmente a quatro era merecedor... mas como achei que até tem boa dinâmica de acção e a presença da Palmer/Agron vale sempre mais um pontito extra.
Não desgostei mas soube a pouca coisa...

Close up! disse...

A Teresa Palmer é super gira!
Gosto muito do "O Aprendiz de Feiticeiro com ela".
Deixa o "Sangue Quente" estrear e vais ver uma foto que eu vou colocar dela na no blog... ;)