segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Para o Halloween... 10 filmes sobrenaturais desde 2000

Uma lista de 10 filmes de terror mas não baseada em monstros, zombies, assassinos brutais e mentes macabras... mas sim uma viagem pela componente sobrenatural, que tanto me tem parecido andar em falta ou a ser maltratado na actualidade. Como tal decidi-me a escolher aqueles que mais me significaram e que, penso eu, muito bem contribuem para o género do inexplicável, as entidades além deste mundo, crenças, assuntos além religião, maldições, etc. No fundo, feito a pensar para este Halloween e apenas a olhar para a produção cinematográfica que visualizei nos últimos anos, ou seja, depois do ano 2000.


1:
THE EXORCISM OF EMILY ROSE
(2005 - IMDb)

Invulgar incursão pelo mundo dos casos de tribunal, onde se julga criminalmente o caso de um padre que fez um exorcismo que conduziu á morte de uma jovem. Gradualmente somos confrontados com fé versus racionalidade, possessão versus ciência/medicina, a religião versus não crentes... e durante todo este processo desfilam os factos do que se passou. Baseado em factos reais, o que potencia ainda mais o factor incomodativo do que vamos sabendo e ao qual se junta a crença de santidade à jovem que sucumbiu perante o padre exorcista (o poster é alusivo)... e que tudo de estranho também se vai abatendo na vida da advogada de acusação.
É o filme que mais gostei ao longo deste anos todos. Engenhoso, bem interpretado e belíssima produção/realização. Excelente!!!



O resto da lista já a seguir...




2: JU ON (The Grudge - 2002 - IMDb)

Uma terrível maldição é despoletada sobre um local e pessoas envolvidas quando o passado persegue justiça...
Terror soft, de indução psicológica e atmosférica mas que não se coibe de apresentar visualmente (e pelo som) cenas assustadoras e que muito incomodam.
Japan horror do melhor, icónico e incontornável. Excelente!


3: COISA RUIM (2006 - Portugal - IMDb)

Por vezes as histórias e crenças que as pessoas idosas contam têm um fundo de realidade, nomeadamente, sobre o amaldiçoamento do Diabo, as passagens nos quatro caminhos, o toque dos sinos... e claro, exorcismos!
Muitissimo bom, exemplar e um grandioso filme português.


4: THE MOTHMAN PROPHECIES (2002 - IMDb)

Baseado em relatos reais e sem ser bem um filme de terror mas mais como um thriller perturbador com factos inexplicáveis, sobre eventos que conduziram um jornalista a investigar uma série de referidas e bizarras ocorrências, incluindo visões de uma entidade igualmente bizarra, que gradualmente afectam e atemorizam, visualmente e psicologicamente, todos os envolvidos. Tudo desponta depois deste jornalista escutar uma descrição com pouco sentido, do que a sua mulher viu, nos seus momentos finais de vida depois de um acidente fatal... estranha descrição que o conduzirá à obsessão e até revelações.


5: THE RING (2002 - IMDb)

Considero este remake na versão americana, a mais interessante, que nos conduz à existência duma videocasste que conduz à morte quem a vê passados alguns dias depois à morte inevitável. Mas...



6: PARANORMAL ACTIVITY (2007 - IMDb)
Refiro-me à versão original, que é a mais soft (tem os policias no fim), afigura-se um interessantissima incursão pelo terror soft em registo mockumentary e que lentamente conduz o espectador a estar em sintonia pelo que se passa onde cada detalhe ou variação criam um amplificado impacto. (ver mais na minha review aqui no blogue)



7: HONOGURAI MIZU NO SOKO KARA (ou Dark Waters - 2002 - IMDb)

Um apartamento cuja maldição tem origem em factos do passado com contornos familiares... fantasmagóricos!
O japan-horror a mostrar ao mundo como se faz terror soft.




8: THE RUINS (2008 - IMDb)

Umas ruinas ancestrais que afectam a natureza onde se encontram. Interessante pois é somente a própria natureza a fonte tenebrosa e que possui caracteristicas sobrenaturais... e é intrigante mesmo.



9: THE DAISY CHAIN (2008 - IMDb)

Gostei muito deste pela surpresa e qualidade (esperava algo pior). Baseado em crenças irlandesas, traz-nos um caso invulgar que se dedica a abordar um aspecto sobrenatural pouco utilizado nos filmes sobre relatos da existência de uma criança que pode ser uma das míticas fadas de troca (? - o termo especifico é fairy changelling), que acarretam um amaldiçoamento onde existam e que implica a troca existencial por crianças, entrando na vida de um lar através delas... neste caso uma criança autista.
Filme de terror por sugestão, que nos leva a deduzir no que acreditar (e conduz os factos até ao fim). O filme faz por lidar com o tema de forma credível e por aí achei saboroso servirem-se de uma fantasia que as crianças vestem nas festas (as fairy changeling têm asas e assim nem esse facto é descurado). Elas andem aí...


10: WHITE NOISE (2005 - IMDb)

Interessante filme que usa a técnica cientifica dos E.V.P. (Electronic Voice Phenomenon), que serve para registar vozes do além... e com isso constrói uma ideia interessante, apesar de acabar por se tornar óbvio para que campos metafisicos se conduz.



Menção honrosa:

The Others (2001) - muito bom filme sobre fantasmas mas conduz-se para terrenos do fantástico;


The Orphanage (2007) - o mesmo aspecto, tal como no anterior... mas também muito bom;


THE REAPING (2007)
as pragas bíblicas...

[REC]2 (2009)
Este foi para mim (também) muito interessante na sequela por precisamente adicionar uma componente de contornos religiosos (portugueses implicados), sobre o que lá dentro se passa naquele prédio com zombies que o filme original tratava, criando uma justificação adicional que o alinham para o sobrenatural.

THE UNBORN (2009)
uma entidade maléfica que deseja nascer... interessante mas nada de grande valor.

10 comentários:

João Sousa disse...

Ao ver esta lista, à qual sou um quase completo estranho apesar de aficionado do género, percebo como esta década foi para mim um tempo desperdiçado, tanto pior porque este nunca é recuperável.

Mas façamos alguns pequenos comentários sobre duas presenças e uma ausência.

Ju-On: terror soft? Espero que por "soft" pretendas significar o que eu chamo "software" (ambiência, som, mitos, suspense) em oposição a "hardware" (tripas, sangueira, instrumentos cortantes). É que não achei nada de "suave" no filme que EU vi. Todo o filme cria uma sensação de desconforto maravilhosa para o apreciador, algo que eu adoro no terror asiático. O facto de não conhecermos muitas das mitologias orientais acrescenta a esse desconforto, já que não sabemos ao certo aquilo que esperar em momentos-chave nem como os racionalizar, ao passo que já conhecemos todos os chavões da nossa cultura. Este filme, vi-o num ciclo do MOV - verdadeiro serviço público.

The Ring: concordo. Ao contrário do habitual, esta adaptação americana soube manter-se fiel ao original, aperfeiçoar aquilo que neste podia ser melhorado, e fechar o espaço cultural que separa as duas versões sem com isso superficializar a obra. Admito que embirro com a cena-chave (qualquer conhecedor sabe a qual me refiro, os ainda não-iniciados não terão a surpresa embotada): alguém devia aprender a manter os putos afastados do CGI, o resultado foi tolo e muito mais caro do que os 100/200 euros suficientes para a eficaz cena do original.

E gostaria de deixar bem claro que, ao preferir a versão americana, não quero dizer que desgosto do original. Pelo contrário: acho o Ringu um belíssimo filme, o que adiciona ao mérito de Ring.

E a ausência nesta lista? O The Eye dos irmãos Pang. É um exemplo superlativo de todo o potencial do Asian-Horror (mesmo que com um final algo excessivo, imagino que por os rapazes quererem provar ser capazes de fazer blockbusters). O ambiente é claustrofóbico; cenas de antologia (a aula de caligrafia, o hospital, o elevador, o espelho) muito bem dirigidas; personagens credíveis que nos inspiram empatia (ao contrário do actual gore americano, em que saudamos o seu retalhamento e só lamentamos que não tenham sofrido mais). Em suma, quase perfeito.

E agora, tenho que decidir se vou arriscar a madrugada do MOV ou dar uso ao cartão oferta FNAC que ainda tenho algures.

ArmPauloFer disse...

Realmente não me expliquei bem sobre o meu uso do termo terror soft, que uso para os filmes que sao menos gore ou hardcore mas que sao os mais pontuados pela sugestão de ambientes, psicológicos ou onde a brutalidade (pelo sentido brutal do susto) é menos utilizada gratuitamente. Digamos que sao horror mais suave.

O THE EYE original não o vi mas o remake com a Jessica Alba é entediante. Mas tenho de um dia ver o original...

Ricardo Vieira disse...

Excelente lista.

Ainda não vi o The Daisy Chan,Honogurai Mizu No Soko Kara (vi o remake americano), e o The Exorcism of Emily Rose. Já as guardei aqui na minha agenda electrónica como sugestões a ter em conta.

Ah, e obrigado por me teres relembrado o coisa ruim. Esqueci-me de o colocar na lista que fiz. Irei fazê-lo agora.

ps: O The Mothman Prophecies incomodou-me um bocado, mesmo tendo um pequeno ódio de estimação pelo Richard Gere.

João Sousa disse...

Eu não vi o remake americano, mas bastou eu saber que ia ser protagonizado pela Jessica Alba para ter uma ideia :-) As performances da sra. Alba costumam ter uma qualidade directamente proporcional à quantidade de pele que ela expõe. E a avaliar pelo original, não me parece haver muitas oportunidades para ela vestir um bikini.

ArmPauloFer disse...

@ Joao: Concordo com a curiosa observação. E nem sou grande apreciador da Alba, acho-a sempre insossa...

@ Ricardo: sei que compreenderás estas listas pessoais, onde todas as eleições sao questionáveis mas espero que quando vires algum te valha bem a pena e te sejam interessantes.

Rodrigo Mendes disse...

Olá Paulo. Vc disse no Facebook em nossa rede cinéfila que seu post ficou bem fantasmagórico, de fato, não estava medindo palavras.

O que mais gosto de listas é que cada blogueiro sabe imprimir uma personalidade através das preferências. Não sou adorador de "Paranormal Activity" e filmes sobre exorcismo só mesmo o clássico de 73.
As fitas asiáticas também são boas.

E "The Others" tem um dos finais mais fantásticos que já vi. Tão bom que perde nas revisões, vide "The Sixth Sense", que poderia constar na sua lista.

Muito bom!
Abraços.

CINE31 disse...

Não vi grande parte dos filmes da lista, depois de ver o "The Ring" e o "Ringu" (prefiro o remake USA), a quantidade de "clones" do género afastou-me de ver outros que apareceram de seguida. E não sei como deixei o "Coisa Ruim" fora da minha lista de sugestões do Halloween :-(

João Bastos disse...

Alguns dos filmes não vi! Os japoneses só conheço o Ju-On e é arrepiante!
O "Coisa Ruim" é para mim o melhor filme português dos últimos tempos! Mas não o incluí numa lista de terror não sei bem porquê! Para mim vai mais além. Parece-me mais um drama de arrepio na espinha!

ArmPauloFer disse...

@ Rodrigo Mendes, Cine31 e João Bastos:
Obrigado pelos vossos comentários e participação.
Isto dos filmes de terror tem sempre muito que se lhes diga para se conseguir listar bem quais os melhores. Como normalmente os diferentes géneros (e mesmo os não de terror mas com situações de horror) surgem sempre misturados. Por isso resolvi pensar num tema e época especifica, de entre os que já vi. Vale o que vale...

Os Filmes de Frederico Daniel disse...

"Ruídos do Além" é um filme mal construído contudo a história é interessante. "White Noise" tem pouco suspense e terror. 2* - Cumprimentos, Frederico Daniel.

http://osfilmesdefredericodaniel.blogspot.pt/2015/08/ruidos-do-alem.html