quarta-feira, 19 de outubro de 2011

MyJukebox: Nick and Norah's Infinite Playlist OST [2008]

Nick & Norah's Infinite Playlist
(Original Motion Picture Soundtrack)
[2008]


Há filmes que por vezes também se destacam imenso pela sua banda-sonora e nesta parte, sou daqueles que admira os que se compõem por OSTs de canções diversas. "Nick & Norah's Infinite Playlist (Original Motion Picture Soundtrack)" é uma dessas onde a memória e o efeito do filme perduram pelas suas canções e este tem mesmo muitas. Na verdade, a própria OST afigura-se como sendo a playlist de Nick, que vai desfilando ao longo do filme acrescentando valor às imagens e ás situações (e são muitas e castiças).

Toda a OST é composta por bandas indie e destaco canções como a dos Vampire Weekend ("Ottoman"), Chris Bell ("Speed of Sound"), Devandra Banhart ("Lover"), Band Of Horses ("Our Swords"), Shout Out Louds ("Very Loud" que emulam os The Cure), We Are Scientists ("After Hours"), Paul Tiernan ("How To Say Goodbye" que passa num dos mais belos momentos do filme), The Submarines ("Xavia" - que sonoriza um dos momentos fulcrais do filme - the kiss scene), The Real Tuesday Weld ("Last Words") e até mesmo o tema composto para o filme "Nick & Norah's Theme" (por Mark Mothersbaugh) é muito especial e de grande delicadeza.

Sobre o filme, a minha review pode ser lida clicando aqui. Recomendo a descoberta desta OST e do filme, que valem a pena.

Vamos então ouvir já a seguir (com 5 videos do Youtube) algumas das mais interessantes faixas:

Shout Out Louds - "Very Loud"



Chris Bell - "Speed of Sound"
(adorável)



Vampire Weekend - "Ottoman"
(espantosa)




Mark Mothersbaugh - "Nick & Norah's Theme"



...e por fim, a melhor e o grande destaque da OST (para mim, claro):
Richard Hawley - "Baby, you're my light"
(a faixa que mais venero do álbum e a que mais vezes recorro - maravilhosa!)


"Baby, you're my light" - Lyrics

First time the longing in you wears the girl that grows it
And if he relieves you know that then you've blown it
And as life goes on you know you get to taste
All you find
'Cos baby, you're my light
Baby you're my light

Next time the feeling is the same, don't have to show it
A window of belief is where you own it
And as life goes on you know you have to face
All you find
'Cos baby, you're my light
Baby, you're my light
Baby, you're my light

Baby, you're my light

Last time the years have gone the moment's on you know it
But I believe in you and now I'll show it
And as life goes on you know you don't have to hate
All you find
Baby, you're my light
Baby, you're my light
Baby, you're my light
Baby, you're my light
Baby, you're my light

2 comentários:

O Narrador Subjectivo disse...

Uma grande banda sonora, muito bem aplicada ao longo do filme :) Aqui está um filme indie que vale raelmente a pena e que tem piada.

Arm Paulo Fer disse...

Podes crer!
As canções são deliciosas e perpetuam o efeito do filme.
Tenho o álbum de canções e muitas vezes regresso a ele. A mais repetida é obviamente a do Richard Hawley ( "Baby, you're my light"). É genial!

Há muitos filmes indie mas este é realmente especial... penso que nos faz sentir o mesmo que as personagens de uma forma eficaz e divertida.
E a "vista" é "boa"! Eheheheh!