terça-feira, 6 de julho de 2010

3 grandes obras subvalorizadas, no Cineroad... (pt1)

Este dias fui convidado pelo Roberto A. Simões, do blogue "Cineroad - A estrada do cinema", para particpar na rúbrica "3 grandes obras subvalorizadas dos anos 2000", onde cada convidado tem de destacar 3 filmes á escolha (e os seus realizadores) que ache que não foram convenientemente bem valorizados no mundo do cinema.

Fui dar uma espreitadela nos títulos já sugeridos até então e notei que, alguns também inicialmente pensados por mim, já constavam nas listas de outros convidados. Tais como os "Coisa Ruim", "Superman Returns", "Artificial Intelligence: A.I.", "Lady in the Water", "Kingdom of Heaven", "The Village", "The Machinist" ou "Blindness", que são filmes que gosto muito mas que já haviam sido escolhidos e não tinha graça alguma enviar repetições.

Eis que me assolou a mente escolher obras muito mais visuais, mainstream e, em simultâneo, igualmente subvalorizadas. Pelos vistos não terá sido um tão bom contributo "cinéfilo" como supunha que seria mas... ok.

Agradeço desde já ao Roberto pela honra do convite que me fez e recomendo a passarem no Cineroad, que é um valioso espaço cinéfilo e comentarem por lá de vossa justiça nos artigos.

As minhas escolhas foram as seguintes, que podem rever no respectivo artigo (clicando aqui):


Daredevil - Director's Cut (2003), de Mark Steven Johnson
Night Watch: Nochnoi Dozor (2004), de Timur Bekmambetov
Speed Racer (2008), dos irmãos Wachowski


A justificação das minhas escolhas (que recupero aqui):

DareDevil - Director's Cut (2003) - Mark Steven Johnson



Ben Affleck foi uma fraca escolha para o papel de herói, mas o tom escolhido para o filme foi acertado. Como é sabido a critica arrasou o filme e é considerado muito mau, contudo discordo e vejo até nesta segunda versão mesmo como um dos melhores filmes de personagens Marvel. Ok... tem pontos totalmente questionáveis. Quem não detestou o filme na versão normal... vai continuar a não apreciar este, que no fundo é na essência o mesmo filme.

Na versão original é mesmo questionável mas redimiu-se bastante com a versão Director's Cut posterior onde surge narrativamente mais completo (tem mais 30m valiosos), mais complexo, mais negro, violento e onde se percebem melhor as motivações deste muito especial herói Marvel (a infância, o pai e até porque se tornou o DareDevil, a compaixão pelo que acontece nas ruas de onde habita). O apuramento do nível de visual e a abordagem aos ambientes negros, vejo nele objectivos semelhantes ao que viria a ser anos depois o (melhor sucedido) "Batman Begins".

Com esta revisão o realizador revelou ter mais razão com a sua versão pessoal mais negra e violenta (distingue-se logo por aí no inicio) e com mais foco no herói e na sua luta interna, onde até se dá a perceber que os seus super-sentidos não são nenhuma benção e, bem pelo contrário, um problema por não "desligarem".
Quem conhece da BD clássica notará que existe ainda mais forte ligações ao período Frank Miller, uma das melhores fases do Demolidor. Até a Elektra já não surge neste filme como uma personagem quase principal (nota-se demasiado na versão original ao ter tanto tempo exposta no filme e ser uma parte forte da condução do argumento) mas como alguém que se cruza no caminho do Homem Sem Medo, funcionando mais como secundária perante toda esta história bem aprofundada sobre o Demolidor. Tem 133 min mas é tão mais cativante que torna os curtos 103 min da versão original até penosos de seguir.

Quanto ao realizador... nada de especial a dizer mas apenas que viria a estragar tudo com outro herói Marvel, o "Ghost Rider"...



Night Watch: Nochnoi Dozor (2004) - Timur Bekmambetov


Primeira parte de uma trilogia, de ambientes fantásticos, visualmente estimulante e que tem dividido muitos críticos. Uns acham-no mau outros uma grande obra impressionante. Eu adoro-o desde que vi o trailer... pois fervilham imensas ideias e bem resolvidas visualmente.
A segunda parte não surgiu tão boa mas... e espero ansiosamente a conclusão do 3º capitulo. Como até ando distraido, se calhar até já saiu.



Speed Racer (2008) - The Wachowski Brothers


Visualmente massivo, estonteante, hiper-colorido e único. Os manos Wachovsky (os mesmos de Matrix) conseguem fazer aqui um novo ponto zero de estilo visual. Incompreendido pela critica por não interiorizarem a estética da animação que o origina (o anime clássico).
Revi-o vezes e vezes sem conta!


Este trio de filmes foram os que de imediato e mais vezes me surgiram na mente, mas bem que poderiam ter sido outros. E é perante esta reflexão, que nos últimos tempos me tenho mentalmente ocupado e uma segunda parte, bastante diferente, surgirá mal possa.

8 comentários:

Cristiano Contreiras disse...

Adoro Guardiões da noite, mas acho sua continuação meio insana, porém funciona e tem bons efeitos. Timur dirigiu o dinâmico hollywoodiano O Procurado, outro que adoro!

abraço e parabéns pelo blog, estou te lendo, com calma. Te sigo. Linkei ao meu. abs

Nasp disse...

Conheço os três filmes mas só ainda vi o Daredevil....

O Speed Racer não sei porquê nunca me chamou muito, claro que já o tive para ver varias vezes. Talvez seja numa proxima vez!

ArmPauloFerreira disse...

Ambos os 3 filmes podem não ser encarados como obras de excelência mas são obras mais interessantes do que dão a entender e por isso muito subvalorizados.

@ Cristiano Contreiras: Obrigado pela simpatia para com este espaço e pelo seu gesto.
O russo Timur nunca mais acaba esta trilogia. Desde que Hollywood o descobriu, precisamente por este filme, e o viu a fazer grandes efeitos visuais com pouco orçamento, que o resgatou de imediato para fazer o "Wanted" e desde então que le anda associado a montes de projectos, até com o Tim Burton, no "9", e já tem um "Wanted 2" na calha. Parece-me que a 3ª parte da trilogia nunca mais a veremos. É uma pena enorme!Até nem era má ideia a 3ª parte ser feita em Holyywood... e depois fazia uma prequela pois o 1º filme deixou-me sempre curioso sobre os acontecimentos dos tempos antigos e milenares.

@ Nasp: Helás! Já viste a Director's Cut do Demolidor? E então... desagradou-te? Ou viste a versão original lançada para cinema?
Esta versão melhorada foi relançada recentemente em Blu-Ray...

Nasp disse...

n só vi a versão de cinema do Demoliador.....

Nekas disse...

Já me tinha pronunciado em relação ao entusiasmo em ver a Director's Cut de Daredevil.

Abraço
Cinema as my World

ArmPauloFerreira disse...

@ Nasp: OK...
@ Nekas: sim é verdade e obrigado pela simpatia e gesto de apreço. Já agora... e quando contribuis para o Cineroad com as tuas escolhas?

Roberto F. A. Simões disse...

As tuas escolhas foram um excelente contributo e em muito te agradeço! Cada um tem as suas escolhas, há sempre quem concorde, quem não concorde... Obrigado mais uma vez.

Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD - A Estrada do Cinema «

ArmPauloFerreira disse...

@ Cineroad:

Eu é que digo:
Muito obrigado Roberto Simões pela honra do convite que me fez!

De certa forma, apanhou-me desprevenido (não contava) mas até foi numa altura certa (ando a ver menos séries -acabaram nesta fase) e fez-me "acordar" cinéfilamente para voltar aos filmes a sério (andei a fazer uma travessia prolongada unicamente pelo mais puro mainstream).
Tenho andado a reunir as minhas outras obras subvalorizadas e em breve sairá uma longa lista com dezenas de títulos.

Novamente, eu é que lhe agradeço a oportunidade de ter participado na sua rúbrica, que é bem mais pertinente do à partida parece.