terça-feira, 27 de julho de 2010

"Inception": o que dizem por aí do filme de C.Nolan...


"Inception" é a nova obra de Christopher Nolan, o filme do momento nas nossas salas de cinema e obviamente que já anda a fazer desfilar muitas opiniões pelos espaços dedicados ou interessados por cinema.
Ainda não o vi e, por isso mesmo, deixo aqui uma "pequena" resenha do que se pode encontrar por aí...



"Cine 31": JÁ VI - INCEPTION / A ORIGEM

(...) "posso dizer que já há muito tempo que não saia tão satisfeito de uma sala de cinema. Foram os euros melhor gastos dos últimos tempos, e só tenho pena que não o pude assistir no dia de estreia. (...) "Um filme genial, imparável, sem um único momento morto ou irrelevante para a história, que só posso recomendar, recomendar e recomendar! Se só vai ver um filme ao cinema este ano, que seja este!" David Martins




Cinema As My World: - Inception (2010)

(...) "Então, o filme começa. Começa com uma penetrante sonoplastia envolvente nas ondas do mar. De repente, já nos vemos envoltos em sonhos e memórias. Descobrimos sonhos dentro de sonhos, partilha de sonhos e extracções de sonhos. Uma ideia de Nolan que se tornou em algo complexo. Complexo e espectacular. Sim, se por um lado, temos uma história muito bem escrita e organizada e actores muito bem orquestrados, por outro, temos vários aspectos técnicos que nos deixam completamente agarrados à cadeira." Nekas




"Cinematograficamente Falando": INCEPTION (2010)

(...) "Inception é puro êxtase cerebral, o filme-entretenimento que combina acção, um poderoso argumento (não caindo nas comparações com Cell de Tarsem Singh) e um elenco competente sendo em principal destaque Ken Watanabe, Marion Cottilard (a ascender cada vez mais em Hollywood) e Tom Hardy. Ellen Page tem em princípio o seu papel de catapulta para as grandes produções, o mesmo se pode dizer a Joseph Gordon-Levitt (que provavelmente voltará a trabalhar com Christopher Nolan no terceiro Batman) e Leonardo DiCaprio, a provar cada vez que é uma estrela cinematográfica com excelente escolha nos seus papéis, contudo, tal como em Shutter Island de Scorsese, volta a desempenhar o papel de um homem abalado pela trágica morte de sua mulher." (...) "Inception é poderoso, é puro produto da imaginação do autor como também fiel às linhagens do cinema norte-americano, e dentro do seu género como daquilo que fora produzido no país nos últimos anos é do mais excitante que se poderia produzir. Para terminar ainda há espaço para a fotografia de Wally Pfister (predilecto de Nolan) e sempre imponente Hans Zimmer na secção de banda sonora." Hugo Gomes




"Ante-Cinema": Crítica: «A Origem» – Os sonhos labirínticos de Nolan

(...) "Inception é o filme que o mais optimista fã de Nolan poderia esperar, depois de The Dark Knight, mas ao mesmo tempo algo que ninguém conseguiria prever. Durante toda a sua carreira, Nolan sempre experimentou com géneros, mas o elemento comum em todos os seus filmes é o thriller, um forte fascínio pelo poder e mistérios da mente." (...) "Misturando elementos de pelo menos três géneros cinematográficos na perfeição, filmado de uma forma inexplicavelmente genial (e em 2-D), sem exageros em termos de CGI e com interpretações de grande nível (em especial DiCaprio, Cotillard e Murphy), Inception maravilha tanto pelo seu poderio visual como pela forma como mexe connosco como seres profundamente emocionais e ao mesmo tempo racionais. A dada altura, nos último terço do filme, Nolan usa como clímax uma sequência de mais de 20 minutos (que não descreverei) que, deambulando entre os dois mundos, causa tudo desde assombro, exaltação, felicidade, tristeza, regozijo, medo e incredibilidade. É o clímax mais brilhante que já vi." Pedro Ponte




"Um dia fui ao cinema": Inception

(...) "Com todo o "buzz" gerado em torno do filme, é óbvio que entrei na sala com expectativas bem altas... e... ou seja... O filme é bom, e está extremamente bem feito (várias foram as vezes em que dei comigo a pensar: "Tenho que ver o making-of disto, sem falta!") até aí não há nada a apontar; e recomendo-o a todos.
No entanto... por abordar um dos meus temas favoritos (os sonhos, e/ou mundos "dream-like": Altered States, eXistenZ, Matrix, Dreamscape )... sinceramente estava à espera de mais." Carlos Martins




"O homem que sabia demasiado": Inception = Deception

(...) "o único filme verdadeiramente extraordinário de Chris Nolan é "Memento". Não achei deslumbrante "The Dark Knight", apenas um bom filme de entretenimento que contou com a memorável interpretação de Heath Ledger. "Insomnia" e "The Prestige" foram filmes que gostei, mas não foram suficientes para ver em Nolan um novo Hitchcock como alguma imprensa quer fazer querer." (...) ""Inception" desiludiu-me. Ponto." (...) "Parece que Nolan iria, à semelhança do primeiro "Matrix", marcar a história do cinema com inovadoras sequências de acção. Nada mais errado. E por falar em acção: a segunda parte do filme, está demasiado recheada de cenas de acção puramente banais e repletas de clichés" (...) "Nolan é um realizador competente, um artífice com créditos firmados, tem ideias interessantes para os seus filmes, mas "Inception" não me arrebatou nem me fez convencer que estamos na presença de um "novo" Hitchcock (pelos motivos apontados). A grandiosidade operática em jeito de thriller revelou-se, afinal, uma opereta superficial-arty sem resultados artísticos irrefutáveis. "Inception" valoriza o lado frio, matemático e cerebral da narrativa, em detrimento da emoção, da fruição, do prazer estético." Victor Afonso



E pronto, estas são algumas das diversas opiniões que se podem encontrar por aí, a respeito do filme de Nolan.

8 comentários:

zigtai disse...

É mesmo excelente. Aconselho a leres o menos possível sobre o filme antes de o veres porque quanto menos souberes maior será o impacto.

ArmPauloFerreira disse...

Isso é já inevitável... mas mesmo assim é um filme que quero ir ver.

José Coelho disse...

Consegui vê-lo hoje e desde logo percebi que não é um filme para massas (não havia adolescentes popcornianos na sala). Gostei e recomendo vivamente. É um filme que recomendo ser visto uma segunda vez para melhor se entranhar. DiCaprio no seu melhor e os efeitos de CGI topo de gama. Adorei.

CINE31 disse...

Estou desejoso para o rever, é pena que o €€€€ não abunda :-( vou esperar plo DVD!

Andreia Mandim disse...

Estou curiosa por ver ! e parece-me que o vou ter de rever de novo, pelo que vejo espalhado pela blogosfera ! ;)
http://cinemaschallenge.blogspot.com/2010/07/atencao-imagens-de-inception-que.html

ArmPauloFerreira disse...

@ Todos: Também é um filme que quero ver e daí a criação do artigo.
- Obrigado Andreia Mandim pelo link... totalmente spoiler da distinção entre o mundo real e o mundo dos sonhos. Será um pormenor que já não passará mais ao lado.
- José Coelho, exactamente, acredito que com uma segunda vez mais se obterá do filme.
- Cine31... vais rever o filme, esperando pelo DVD... ou pelo DVDrip? eh, eh, eh!

Espero ir vê-lo ao cinema (hoje em dia já não depende só de mim - a boa altura para a mulher ir e também "despachar" os filhos) mas depois para o rever será talvez primeiro com um DVDrip. Até pode ser que venha a não prescindir do DVD original... era mais um do Nolan.

Nekas disse...

Obrigado por postares um excerto da minha crítica.
Quanto às opiniões, quase todos nós adoramos, por isso, vê!

Abraço
Cinema as my World

ArmPauloFerreira disse...

@ Nekas: Tinha de ter uma tua jovem. Perfeitamente merecida e gostei do que dizes, que tem sido gradualmente de critica infalível.