sexta-feira, 30 de julho de 2010

R.I.P. António Feio (1954-2010)... e um pouco sobre a obra do artista!

António Feio (1954-2010), actor e encenador, morreu vítima de doença prolongada (cancro no pâncreas) aos 55 anos.

Morreu uma das grandes figuras nacionais que muito apreciava e dava sempre muita "vida" às personagens com que nos brindava. Ele fez de tudo um pouco e em saia dos desafios em grande!

Penso que todos da minha geração reconhecem-no facilmente pelo seu timbre de voz pois deu imensas vezes a sua voz para os desenhos animados que muitos de nós cresceu a ver.

Há uns bons anos atrás ficou eternamente associado, juntamente com José Pedro Gomes, à hilariante "Conversa da Treta", um verdadeira peça multimedia da cultura portuguesa pois do Teatro evoluiu para a TV, a Radio (muito me ria ouvir na TSF as curtas "tretas") e para o cinema (que rendeu um filme razoável de humor).


A maior satisfação que detenho dos últimos tempos/anos é tê-lo visto ser homenageado como bem mereceu e muitas vezes. Pelos vários canais de TV, publicações e até pelo Estado ao mais alto nível.


Cavaco Silva, presidente da República, homenageou-o este ano com o grau honorífico de comendador da Ordem do Infante D. Henrique e merecidos aplausos representantes de toda uma nação.

Fica aqui um video (da Desenhos Animados PT) que faz uma viagem pela carreira deste artista.




Nos últimos tempos apresentava-se ao público somente como ele mesmo e deixava sempre memoráveis mensagens e belos momentos.

No programa "Lado B" de Bruno Nogueira, onde revelou a sua faceta como músico...


Uma das mais recentes foi a mensagem que deixou acerca do filme "Contraluz"...
Provavelmente ficará como a sua mais icónica mensagem e que deve ser escutada com atenção:


Rest In Peace, António Feio

2 comentários:

Nekas disse...

Era uma das grandes figuras portuguesas em palco.

Abraço
Cinema as my World

ArmPauloFerreira disse...

Nos palcos e fora dele. É uma sentida perda para Portugal. Como humorista era impressionante!