sábado, 30 de abril de 2011

X-Men: First Class... trailer internacional

Mais um trailer de X-Men: First Class, desta vez com mais imagens e a prometer vir a ser um filme espectacular.





E já agora um outro que havia saido uma semana antes, que difere nalgumas cenas...

Courier internacional (Maio'11)... mas que bela capa!

Acho esta capa da revista "Courier Internacional" de Maio muito boa.
Simples mas que transmite o retrato negro que passam as pessoas devido ao mundo capitalista e consumista.


Afinal de contas, o mundo conduziu ao pesadelo financeiro que o assombra. E não é o FMI que nos vai realmente resolver o que quer que seja. Eles apenas estão cá a garantir que a parte "deles" é recebida, no fundo o mesmo que os governos e camabad politica nacional sempre se incumbiram de fazer... garantir o deles em abundância. O resto afoga-se como se vê na capa da Courier...

sexta-feira, 29 de abril de 2011

E mais chapa-5 do FC Porto... pimba!!!

Hoje não me apetece dizer muito acerca da expressiva vitória do FC Porto, até porque ontem foi dia de muita gritaria repetidas vezes (incluindo o do Braga!) que... temos de acalmar!

Afinal, logo ao primeiro jogo o grande FCPê conseguiu já deixar garantida o acesso à final da Liga Europa e mai'nada.
Falta é saber contra qual das duas vermelhas equipas portuguesas, pretendem arriscar lá chegar para também levarem uma cabazada como esta em Dublin...

O porto é aquela máquina!


Bibó Puorto, carago!!!

quinta-feira, 28 de abril de 2011

O pequeno Thor... e o pequeno Darth Vader

Foi criada uma série de anúncios publicitários onde se serve de "pequenas" grandes personagens dos filmes para nos transmitir a ideia que os sonhos são possíveis de acontecer.


Sonhos assim do tipo ter um Volkswagen ou um Rover... mas ora bem, eu nunca sonhei com estas marcas... mas ter um Mjolnir destes era qualquer coisa de espectacular!



Humm... teria fica fixe usarem um Toyota (ficava um Thoryota).

Também há este semelhante com um mini-Darth Vader (e que deu origem ao do Thor):

Thor / O Estranho Caso de Angélica / Limitless / etc... desde 28Abr11 nas nossas salas

Ora bem, uma estreia como a de Thor merece que volte a publicar post sobre as estreias nas salas de cinema nacional.

E aí está ele, o Deus do Trovão em live-act, numa adaptação da própria Marvel, que tem tudo para ser um dos filmes de 2011, tal como o "Iron Man" marcou o ano de 2008. Pelo menos neste género dos super-heróis... Aqui deste lado, esta estreia ofusca qualquer outra que tenha surgido nesta semana (ou até mesmo da próxima). E é curioso como Portugal é dos primeiros países a o exibir, pois a estreia americana é só a 6 de Maio...


Thor
Thor (2011)
Realizador: Kenneth Branagh
Com: Chris Hemsworth, Anthony Hopkins, Natalie Portman, Tom Hiddleston, Stellan Skarsgård, Rene Russo, Kat Dennings, Jaimie Alexander... (que elenco tão fabuloso e só menciono alguns!)


Sinopse (tvPrime): "A épica aventura THOR, une o Universo Marvel dos dias de hoje com o reino místico de Asgard. No centro da história está O Poderoso Thor, um forte, porém arrogante guerreiro, cujas imprudentes atitudes reacendem um antiga guerra. Como resultado, Thor é banido para a Terra, onde é obrigado a viver entre os humanos. Quando o mais perigoso vilão do seu mundo, envia as forças das trevas para invadir o nosso planeta, Thor aprende aquilo que é necessário para ser um verdadeiro herói."




Vamos ter filme!!!


E ainda o habitual montão de "outras" estreias (mesmo assim não damos vazão pois ainda surgem filmes de 2009...):



O Estranho Caso de Angélica (2010)
Realizador: Manoel de Oliveira
Com: Pilar López de Ayala, Ricardo Trêpa, Filipe Vargas...



Sem Limites
Limitless (2011)
Realizador: Neil Burger
Com: Bradley Cooper, Anna Friel, Abbie Cornish...


Mães e Filhas
Mother and Child (2009)
Realizador: Rodrigo García
Com: Naomi Watts, Annette Bening, Kerry Washington...



A Solidão dos Números Primos
La solitudine dei numeri primi (2010)
Realizador: Saverio Costanzo
Com: Alba Rohrwacher, Luca Marinelli, Martina Albano


As Quatro Voltas
Le quattro volte (2010)
Realizador: Michelangelo Frammartino
Com: Giuseppe Fuda, Bruno Timpano, Nazareno Timpano...



Lixo Extraordinário
Waste Land (2010 - documentário)
Realizador: Lucy Walker, Karen Harley, João Jardim
Com: Vik Muniz...


Artur 3 – A Guerra dos Dois Mundos
Arthur et la guerre des deux mondes (2010)
Realizador: Luc Besson
Com: Selena Gomez, Freddie Highmore, Mia Farrow...



Infos sobre as estreias, trailer traduzido do Thor e a maioria dos posters... "gamados" à tvPRime.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Apple actualiza... iPhoto 9.1.2

Apple actualizou o iPhoto para 9.1.2.

Apple actualiza... tipos de letra Opentype

Olha... desta vez a actualização foi mesmo muito peculiar pois até a acho inédita. Actualizar os tipos de letra Opentype? Hummm...

A verdade é que estes tipos de letra são bem mais importantes do que nos parecem e alguns deles fundamentais para o sistema funcionar. Mas daí a requerer um update é que me parece inédito. Toca a actualizar!

terça-feira, 26 de abril de 2011

Revista Empire portuguesa... nas bancas!

Já me andava a passar o destaque mas temos mais uma revista nacional sobre filmes nas bancas:

Empire (portuguesa)


A revista segue o estilo da original e tem muito bom aspecto, tem imensas páginas e muito para ler.
Como interesse extra, trás uma pequena revista (a primeira de duas) onde a Empire publica os "500 filmes Empire", como se percebe são as escolhas da casa. Vale a pena!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Ideias: Uma sugestiva anatomia de alguns iPods...

Uma sugestiva anatomia biológica de alguns dos iPods da Apple, arte criada por Mads Peitersen (via TrendLand)

domingo, 24 de abril de 2011

Cine-critica: The Lovely Bones (2009)

A Páscoa é uma época que celebra o sacrifício e ressurreição de Cristo. No fundo, é o oposto do Natal onde se glorifica o nascimento do filho de Deus. Nascimento e morte. E é pela morte e a focagem no estado para lá da morte que a sugestão do filme "Lovely Bones" se torna pertinente sugerir.


The Lovely Bones
(Visto do Céu - 2009)

Realização: Peter Jackson
Elenco: Mark Wahlberg, Rachel Weisz, Saoirse Ronan, Stanley Tucci, Susan Sarandon...


Sinopse (Split Screen): "6 de Dezembro de 1973. Susie Salmon (Saoirse Ronan), de 14 anos, sai da escola e a meio do percurso de regresso a casa é abordada por George Harvey (Stanley Tucci), um vizinho que leva uma vida estranha e solitária a construir casas de bonecas. George convence Susie a entrar num anexo onde acaba por a violar e assassinar brutalmente. O filme, baseado no livro homónimo de Alice Sebold, mostra-nos Susie num limbo celeste, observando a sua família destroçada, tentando, de algum modo, ajudar os que ama a superar o sofrimento que o seu desaparecimento causou, ao mesmo tempo que procura vingança para o homem que lhe tirou a vida."


Este nao foi um filme fácil para Peter Jackson. A adaptação do livro a filme, segundo dizem, não foi feliz pelo lado da perspectiva do livro (considerado superior ao filme - mas esse é o eterno cliché!).

Narrativamente presenciamos os acontecimentos todos desta tragédia que se abate sobre uma adolescente e as repercussões perante todos que amavam, onde o cunho autoral deste realizador sobressai imenso.
Conhecemos a adolescente que será assassinada, as pessoas da sua vida, com especial destaque para os pais e família, o ambiente da zona em que vive, a escola, os momentos de diversão, os hobbies e (com bastante importância) o despontar amoroso na sua (curta) vida.
Tudo isto é sempre desenvolvido com uma mestria brilhante da parte de Peter Jackson, que estabelece tudo isto cativantemente, ajudado por nível de produção primoroso da época (anos 70), com uma fotografia em tons de cores encantadores e por vezes delico-doce.

"The Lovely Bones", adianto que achei muito interessante. Tem um elenco bem escolhido, onde curiosamente todas as principais personagens têm espaço de construção nesta malha que se torna intrincada com a perda e a forma de lidar com ela. Susan Sarandon, que faz o papel de uma muito peculiar avó, consegue com pouco fazer muito, acabando por roubar todas as cenas em que aparece.
No meio de tanta candura travamos conhecimento com o metódico assassino (um serial killer), nascendo aqui mais uma construção de um vilão memorável para o panteão dos mais interessantes do cinema, protagonizado por Stanley Tucci, que nos brinda com uma prestação impressionante.
No fundo, são os actos deste serial killer, as formas como consegue se disfarçar pacatamente no meio habitacional, que fazem o contraponto à visão ingénua no estado já etéreo da adolescente no limbo entre a Terra e o Céu. É desse local, um mundo que nasce da sua essência, por onde ela vai assistindo à forma como as pessoas que gosta lidam com o seu desaparecimento. Mais uma vez, é o seu desaparecimento, a ligação a essas pessoas e algo que sente inacabado, que a fazem manter nesse estágio existencial.


Na verdade, como filme, no seu todo é uma proposta que acaba algo fracturada, como se duas formas distintas de direcção artística estivessem em constante colisão durante grande parte desta obra muito peculiar. O que acontece é que apartir da morte física da adolescente, passamos a seguir a existência dela no estado metafísico. É esse lugar que visualmente provoca ao filme uma certa ruptura estranha com o que se está a assistir, podendo deixar em certos espectadores um desconforto entre o plano real credível e o excessivo plano irreal. E a culpa é forma assumidamente computorizada que criativamente Peter Jackson escolheu para nos ilustrar visualmente este "mundo" surrealista, que melindra o filme no seu conjunto.

Não que desgoste do resultado criado por CGI, na verdade há diversas partes verdadeiramente deslumbrantes e arrebatadoras. De tal forma que a minha maior curiosidade era até de as ver. Só que também há algumas que ultrapassam o aceitável, que formalmente estão mais na estética de anúncios comerciais e do design gráfico típico de contos de fadas "sem" movimento (para livros, etc) do que necessariamente um visual adequado para os filmes (os momentos em que se vê imagem video no mar ou da diversão com mini-mundos... ficam mal e são forçados). Contudo, também brilhantismo como na interligação da cena das garrafas de vidro (com as miniaturas de barcos no interior) e a conexão simultânea com o mundo espiritual onde elas surgem gigantescas... são puramente espantosas e bem orquestradas.

Por fim, salientar um outro facto importante do filme que é a banda-sonora de Brian Eno (e não só, pois também os Cocteau Twins, This Mortal Coil e outros pontuam esta produção), que potenciam grandemente o constante feeling real vs intangível do filme, mas muito especialmente os momentos surrealisticos no campo metafisico.

"The Lovely Bones" um filme que bem poderá não agradar a todos mas que é uma experiência visual e narrativa muito interessante.

7/10 - Bom

sábado, 23 de abril de 2011

MyJukebox: OSTs Selection #2 (playlist)

Segunda playlist com mais 25 escolhas nesta simbiose musical-cinéfila, onde além de continuar com as mesma regras de 25 artista 25 filmes diferentes, também adicionei uma para dificultar um pouco mais a playlist pois nenhum filme ou artista é repetido.
E irei prosseguir com estas regras nas próximas playlists!

OST's Selection #2



1- The Grid - Daft Punk
(do filme "Tron: Legacy" -IMDb - YouTube)

2- The Last Race - Jack Nitzsche
(do filme "Death Proof" - IMDb - YouTube)

3- We Are Sex Bob-omb - Sex Bob-omb
(do filme "Scott Pilgrim vs. The World" - IMDb - YouTube)

4- Far Behind - Eddie Vedder
(do filme "Into The Wild" - IMDB - YouTube)

5- Fever Dog - Stillwater
(do filme "Almost Famous" - IMDb - YouTube)



6- Baby did a bad bad thing - Chris Issak
(do filme "Eyes Wide Shut" - IMDb - YouTube)

7- Oh Pretty Woman - Roy Orbison
(do filme "Pretty Woman" - IMDb - YouTube)

8- Donna - Los Lobos
(do filme "La Bamba" - IMDb - YouTube)

9- More Than A Woman - Bee Gees
(do filme "Saturday Night Fever" - IMDb - YouTube)



10- Streets Of Philadelphia - Bruce Springsteen
(do filme "Philadelphia" - IMDb - YouTube)

11- Everybody's Gotta Learn Sometimes - Beck
(do filme "Eternal Sunshine fo the Spotless Mind" - IMDb - YouTube)

12- Playground Love - Air
(do filme "The Virgin Suicides" - IMDb - YouTube)

13- More Than This - Bryan Ferry & Roxy Music
(do filme "Lost In Translation" - IMDb - YouTube)

14- Take My Breath Away - Berlin
(do filme "Top Gun" - IMDb - YouTube)

15- Theme from "Shaft" - Isaac Hayes
(do filme "Shaft (2000)" - IMDb - YouTube)

16- Blues Alley - Ge-Ology feat. Yukimi Nagano
(do filme "The Kids Are All Right" - IMDb - YouTube)

17- Tears from the Moon [Carmen Rizzo Stateside West Chillout Mix]
- Conjure One feat Sinéad O'Connor
(do filme "Lara Croft: Tomb Raider - The Cradle Of Life" - IMDb - YouTube)

18- Alfama - Madredeus
(do filme "Lisbon Story" - IMDb - YouTube)



19- One of These Things First - Nick Drake
(do filme "Garden State" - IMDb - YouTube)

20- The Sound Of Silence - Simon & Garfunkel
(do filme "Watchmen" - IMDb - YouTube)

21- Most of the time - Bob Dylan
(do filme "High Fidelity" - IMDb - YouTube)

22- Plainsong - The Cure
(do filme "Marie Antoinette" - IMDb - YouTube)

23- Black - Sarah McLachlan
(do filme "The X-Files: Movie" - IMDb - YouTube)

24- Come in Number 51, Your Time is up - Pink Floyd
(do filme "Zabrieskie Point" - IMDb - YouTube)

25- The Lonely Shepherd - Zamfir
(do filme "Kill Bill, vol.1" - IMDb - YouTube)


sexta-feira, 22 de abril de 2011

Cine-critica: The Last Temptation Of Christ (1988)

Uma vez que estamos em dias de Páscoa, nada como a fazer coincidir com filmes alusivos... algo que aqui nem é novidade sequer (rever os anos anteriores clicando aqui ou aqui) e portanto deixo a seguinte sugestão.


The Last Temptation Of Christ
A Última Tentação de Cristo
[1988]



Realização: Martin Scorcese
Com: Willem Dafoe, Harvey Keitel, Barbara Hershey...


Scorcese com este filme pretendeu criar uma fase variante que Jesus nunca viveu, expondo as motivações que o conduzem para isso e conduzindo-nos mesmo assim para o fundamental do desígnio e missão de Cristo.

No fundo, tornou-se célebre também porque a determinada altura o filme apresenta a técnica narrativa de "e se", sendo precisamente neste caso o explorar da situação de "e se Jesus Cristo tivesse cedido às tentações do Diabo, decidisse renunciar à cruz no momento do grande sacrificio e assim obter uma vida normal, como qualquer humano". Ter então uma vida comum, onde tivesse um lar, esposa (Maria Madalena) e filhos. No fundo a vida normal de um bom homem.


Contudo, Scorcese ao apresentar-nos esta realidade alternativa, acaba por explorar ainda mais o sentido existencial do filho de Deus, prestando ainda mais valor à missão de Cristo quando percebemos que essa suposta vida nao conseguiria completar Jesus, sendo apenas um adiar do inevitável. Como se o seu sacrifício pela humanidade fosse um desígnio mais profundo e puro que o atormentaria na alma pelo sentimento de culpa eterna da renunciação. Culpa essa também potenciada por ser um carpinteiro que faz as cruzes para os romanos.

Ao mesmo tempo, subtilmente, Scorcese cria também uma ponte com outros factos não defendidos pela Igreja (que se irritou e principalmente os fieis), de que Jesus foi um homem comum, que teve mulher, filhos e demais família (incluindo irmãos, como se sugere em "The Last Tomb Of Jesus" - clicar aqui para ver artigo sobre este documentário). Duplamente interessante esta obra e que nos dias de hoje ainda mantém vigor.

A realização de Scorcese é espantosa, que juntamente com um argumento arrojado e corajoso (para a altura), uma produção muito realistica da época, e um bom elenco (Willem Dafoe é magistral como Jesus Cristo), fazem desta magnifica obra um importante registo sobre o sentido e importância de Jesus Cristo na Terra.
Uma obra que recomendo.


Classificação:
8/10

Uma feliz Páscoa para todos.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

FC Porto elimina SLB da Taça de Portugal...

Porto ELIMINA o Benfica por 3-1 e vamos à final da Taça de Portugal!


Demos baile aos vermelhos e outra vez na casa deles. Aquilo é que foi, carago! Eles lubaram mais uma banhada de bola, coitadinhos!
Fui espreitar a imprensa de hoje... e hoje até dá gosto ver as capas do Record e d'A Bola (normalmente só têm noticias desinteressantes...).



As duas eternas equipas rivais, jogaram a segunda mão da eliminatória, que estava a favor do Benfica pois nos havia ganho no 1º jogo por 2 a zero (e no Dragão!). Óhh... foi mais por acidente eles nos terem ganho!
O que é certo é que se o Jesus apresenta a equipa habitual... habilita-se a talvez ganhar... mas como ele gosta sempre de inventar na equipa e mudar posições a jogadores e tal... é quando perde por muitos!


Afinal, das 5 vezes que ambas se debaterem directamente, o FCP ganhou 4 vezes e o único jogo que nos ganharam acaba até por lhes ser totalmente inútil ao lhes ganharmos na segunda parte da eliminatória.
Contudo, parece que ainda há a remota hipótese de ambas se digladiarem uma sexta e última vez ainda esta época. No entanto, nós queremos é o Braga... mas isso é outra competição, que em nada se relaciona com a Taça de Portugal. Eh, eh, eh!


Vamos fazer contas: Supertaça 2010/2011, Campeão Nacional 2010/2011, vamos à final da Taça de Portugal e estamos muito bem embalados na Taça Europa 2010/2011.
Xiça, tanto caneco pró museu portista!!!

Obs: O toque do grande Pinto da Costa, é mesmo um espectáculo!
Eh, eh, eh!

Ahh... e o Ronaldo abateu de cabeça o Barcelona. O Real Madrid de José Mourinho merece e ser o Ronaldo a marcar o único e importante golo do jogo é outra bofetada de luva branca. Adorei!


Bibó Puorto, caralho carago!!!

Lost + Avatar



Eh, eh, eh!

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Curta-metragem: A Cova (trailer)

"A Cova"

Curta-metragem, 12 min, de Luís Alves
Elenco: Ivo Canelas, Afonso Pimentel e Augusto Portela.
Ano de Produção: 2010
Género: Thriller




"A Cova" Trailer from luis78 on Vimeo.

- Nomeado para o prémio do Cinema Português Fantasporto 2011
- Selecção oficial do X Festival de Video do Barreiro

Apple actualiza... iTunes 10.2.2

A Apple actualizou o iTunes para a versão 10.2.2... toca a actualizar.

terça-feira, 19 de abril de 2011

FCPortices: a canção de Fernando Rocha...


O nortenho humorista Fernando Rocha, criou uma canção que, segundo ele, é dedicada aos adeptos benfiquistas... é forte!

"Não vais querer sair amanhã de manhã"

(Marvel) Thor... primeira critica sobre o filme no Collider

No site Collider já há a primeiras observações sobre o filme "Thor" que está prestes a estrear mundialmente.
O Collider esteve na primeira apresentação do filme e deixou boas noticias sobre esta adaptação... e um video de dois comentadores do site, muito geeks, à saida da exibição.

Dizem bem do filme:
"While I do have a few nitpicks, overall I thought Thor was great and everyone involved deserves credit The fact is, Thor is not an easy transition from comic books to movie screens. Trying to make the character work in the same universe as Tony Stark is ridiculously difficult. But they did it. And I cannot wait to see everyone together in The Avengers."


Ler a critica na integra (e o video) no Collider.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Curta-metragem: One night stand...

Curta-metragem:
"One night stand" (de Jack Tew)


One Night Stand from Jack Tew on Vimeo.

O que mais me impressionou é o quarto deste gajo. Que caos.
Que bagunça vergonhosa!




Fonte: Zoomzine

domingo, 17 de abril de 2011

MyJukebox: OSTs Selection #1 (playlist)

O cruzamento de gostar de filmes e de ouvir música, faz com que a associação das duas artes se complementem e nunca seria de espantar que se retirasse tanto prazer de ouvir música oriunda dos filmes.
Particularmente, não sou um grande amante de ouvir scores (por outras palavras, bandas-sonoras onde o álbum seja unicamente composto por temas instrumentais) mas sou sim um fortemente interessado por bandas-sonoras mistas e muito mais ainda pelas compostas por canções (os álbuns compostos por canções passadas nos filmes ou inspiradas pelo filme).

Desta vez surjo com uma proposta de playlist, onde me foquei nas faixas que mais aprecio. Poderia uma ou outra faixa ser substituida por alguma outra faixa dos álbuns soundtrack de onde surgem mas também procurei, qual DJ, ter uma playlist consistente, que alimente a escuta seguida e sempre a entusiasmar. Normalmente crio as playlists com um sentido de viagem sensorial, atravessando emoções diversas e procuro fazer com que o desejo de a ouvir em loop funcione. Isto é, ter um inicio bom mas cujo final encaixe novamente na 1º faixa, deixando pelo meio um outro falso arranque (esta técnica vem do tempos de gravar cassetes para o walkman - as cassetes tinham lado A e lado B e por isso... é um vicio antigo!).

OSTs Selection #1


1- "Yumeji`s Theme (Extended Version)" - Umebayashi Shigeru (YouTube)
(Filme "In The Mood for Love" - IMDb + artigo)

2- "Across 110th Street" - Bobby Womack  (YouTube)
(Filme "Jackie Brown" - IMDb + artigo)

3- "The Killing Moon" - Echo and the Bunnymen  (YouTube)
(Filme "Donnie Darko" - IMDb + artigo)

4- "Lust For Life" - Iggy Pop  (YouTube)
(Filme "Trainspotting" - IMDb + artigo)

5- "Across the Universe" - Rufus Wainwright  (YouTube)
(Filme "I Am Sam" - IMDb)

6- "Never Ending Story" - Limahl  (YouTube)
(Filme "The never ending story" IMDb)

7- "Hold me, thrill me, kiss me, kill me" - U2  (YouTube)
(Filme "Batman Forever" IMDb + artigo)

8- "Spawn" - Silverchair and Vitro 
(Filme "Spawn" - IMDb + artigo)



9- "Calm Like A Bomb" - Rage Against The Machine  (YouTube)
(Filme "The matrix Reloaded" IMDb - artigo)

10- "I'm Deranged (Edit)" - David Bowie  (YouTube)
(Filme "Lost Highway" IMDb)

11- "007" - John Barry Orchestra  (YouTube)
(Filme "From Russia With Love" IMDb + artigo)

12- "69 Police" - David Holmes  (YouTube)
(Filme "Ocean's Eleven" - IMDb)

13- "One Of These Mornings" - Moby Feat. Patti LaBelle  (YouTube)
(filme "Miami Vice" - IMDb + artigo)

14- "Não Vou Ficar" - Delfins  (YouTube)
(filme "Adeus, pai" IMDb + artigo)

15- "Baby You're My Light" - Richard Hawley  (YouTube)
(filme "Nick & Norah's Infinite Playlist" - IMDb + artigo)

16- "Wise Up" - Aimee Mann  (YouTube)
(filme "Magnolia" IMDb)

17- "Girl, You'll Be A Woman Soon" - Urge Overkill
(filme "Pulp Fiction" IMDb)



18- "Please, Please, Please, Let Me Get What I Want" - She and Him  (YouTube)
(filme "(500) Days Of Summer" IMDb)

19- "No Sound But The Wind" - Editors  (YouTube)
(filme "The Twilight Saga: New Moon" IMDb)

20- "Anyone Else But You" - Michael Cera and Ellen Page  (YouTube)
(filme "Juno" IMDb + artigo)

21- "The Long Road" - Eddie Vedder and Nusrat Fateh Ali Khan  (YouTube)
(filme "Dead Man Walking" IMDb)

22- "Porpoise Song" - Monkees  (YouTube)
(filme "Vanilla Sky" IMDb)

23- "May It Be" - Enya  (YouTube)
(filme "The Lord Of The Rings: The Fellowship Of The Ring" IMDb)

24- "Per Qualche Dollaro In Piu (For A Few Dollars More)" - Ennio Morricone
(filme "Kick-Ass" IMDb)

25- "New World" - Björk  (YouTube)
(filme "Dancer In The dark" - IMDb + artigo)




Muita boa música na minha opinião e muita outra igualmente boa ficou de fora. Fiquei incomodado por não ter nesta playlist uma faixa dos The Cure mas estas playlists são limitadas (regras: 25 faixas, sem repetição de artista ou do filme... e claro, têm de estar no meu iTunes) e nenhuma das que estavam já me apeteceu tirar para não afectar o equilíbrio global.

Mais listas surgirão mais para a frente e algumas temáticas também (desde que haja tempo... pois seleccionar, criar o alinhamento certo e até mesmo o artigo dão uma trabalheira que levam imensas horas a afinar).

sábado, 16 de abril de 2011

(Marvel) Thor... 3 curtos clips da Marvel e (mais) 2 posters



3 curtos clips que a Marvel disponibilizou no seu espaço do YouTube. Coloquei numa ordem que me parece ser cronológica...

Marvel Clip 1
O momento em que encontram Thor...
"What?! He was freaking me out!" - grande Kat Dennings!




Marvel Clip 3
No serviço médico...



Marvel Clip 2
Thor... é um lutador bad ass!



sexta-feira, 15 de abril de 2011

Apple actualiza... iOS 4.3.2, Safari 5.0.5 e segurança

Apple actualiza:

iOS 4.3.2,


Safari 5.0.5 e segurança