quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Series TV: "V" (2009)... eles chegaram!

Depois de Flash Forward, a outra série da temporada 2009-2010, que mais curiosidade me despertava, acaba de chegar e chama-se simplesmente "V".


"V" (2009) é um remake da ABC de outra série dos idos anos 80, que na altura gerou grande culto e marcou imenso quem a assistiu.

Os tempos eram outros e toda a encenação da série original "V - A batalha final" para a altura gerava espanto.

As revelações eram introduzidas aos poucos e assim iam construindo progressivamente uma cada vez maior saborosa aura de mistério. Quem a viu, na altura, pode até já nem recordar muito bem o que se passou nos episódios mas de certeza que ainda se recordará (e bem) das cenas com os Ovnis a pairar sobre as cidades e especialmente a mítica cena com a extraterrestre-chefe (a abrir uma enorme boca e engolir duma só vez um hamster vivo).
Sim, os extraterrestres da série original eram na verdade semelhante a répteis mas disfarçados sob uma aparência de humanos normais (debaixo da pele falsa escondiam a verdadeira aparência alienígena).
Era uma série Sci-Fi espantosa...
Até cheguei a coleccionar os cromos que iam saindo par colar na bela caderneta sobre a série.

V viu recentemente novo interesse em ser resgatada e eis que chega desde o dia 3 de Novembro o remake, sob um novo olhar em sintonia com os novos tempos. V (2009) tem um inicio que me parece semelhante à versão original.

Um dia que parecia normal como todos os outros, vê subitamente chegar dos céus enormes naves espaciais que ficam a pairar sob as mais famosas cidades do mundo. Como Lisboa ou Porto não viram nenhuma, é porque não são famosas (deve ser culpa do Benfica, pois é claro que os répteis não se iriam meter com um dragão...).

Instala-se o maior caos e a incerteza, até que o, ou melhor "a", representante dos visitantes anuncia que vêem em paz e com objectivos de ajudar a humanidade com o seu avançado conhecimento em troca de recursos naturais abundantes no nosso planeta, a água e não só.

Do caos o mundo passa para a fervorosa devoção aos V's e é apartir daí que o cenário se torna interessante.


A fervorosa devoção dos povos do mundo pelos visitantes que trazem uma suposta esperança, é algo para muitos considerada anormal. Até a Igreja se divide pois alguns acham serem uma manifestação de Deus que nos entrega uma nova esperança ao mundo. Outros há que, apesar de verem as igrejas de novo cheias, não encaram essa possibilidade como uma obra de Deus.
A série, também coloca em cena as habituais agências como o FBI, a imprensa e também aqueles que representam uma resistência a estes visitantes. No fundo, todos acham estranho tanta paz e boa vontade, pelo que acreditam que algo mais escondem provém dos visitantes.

O episódio realmente avança muito rapidamente as várias situações e leva-nos a essa mesma confirmação imediatamente: eles não chegaram com boas intenções.
E claro, também são répteis por baixo da aparência de humanos...

Agora o que me parece já funcionar em jeito de twist à original é a certeza já assumida de que a chegada deles apenas ser uma fachada, pois afinal eles já cá estavam na Terra há muitos muitos anos. Foram preparando tudo e criando a instabilidade no mundo que hoje conhecemos. Assassínio de presidentes e outros lideres políticos (JFK), guerras e actos terroristas (tais como o 11 de Setembro), a crise económica mundial, etc... tudo para que a humanidade viva em desespero e os aceite de braços abertos no dia da sua chegada. Ou melhor dizendo, no dia em que se revelarem.
Os dados de intenções tenebrosas e mal-intencionadas destes visitantes começam a germinar.

Um dos pontos mais apreciáveis do episódio, além dos efeitos especiais jeitosos, é a fase em que se instala o caos e a dúvida, momentos esses pontuados por uma banda sonora e tensão ao estilo do que vimos no filme "The Dark Knight". Tem algumas personagens muito interessantes, nomeadamente a agente do FBI (que vem da série Lost - a "Juliet" - que aqui surge num novo registo embora um pouco artificial), a muito enigmática representante dos visitantes e o pivot da estação televisiva. Aliás, estes dois últimos produzem até um dos melhores momentos já perto do final, de tensa rivalidade entre poder vs submissão gananciosa. Uma característica é certa: eles sabem manipular para atingir os seus fins.

Como episódio piloto, destinado a agarrar audiências, foi bastante eficaz, contudo teria ganho mais se não estabelecesse os dados tão rapidamente. Os 45 minutos foram curtos... para tanto de uma vez.

Conseguiu carregar também os dilemas religiosos e da fé, a habitual investigação a cargo do FBI, os problemas familiares de algumas personagens, as pessoas da resistência (também composta por visitantes revoltados), entre vários outros panoramas, que obviamente servirão para nos vir a brindar com os já clichés casos-da-semana que muitas pouco ou nada contribuem com as possibilidades desta narrativa.

Mesmo assim, este remake parece bem mais abundante que o original (teria de ser pois claro!) em imensas possibilidades. O facto de terem "colado" aos maus momentos do passado da Humanidade foi uma cartada de génio e permite contribuir imenso á série se eles souberem nos surpreender. E desta vez eles não surgem claramente como aliens visitantes, com fatiotas espampanantes... nada disso. Eles apresentam-se completamente dissimulados como sendo humanos como nós, como se vivessem a nossa cultura, como se já estivesse plenamente apreendida... e há muito tempo!
As bases para uma interessantíssima série sci-fi estão lançadas.

E eles... já chegaram!


Vamos ter show!!!

4 comentários:

Hélder Medeiros disse...

Altamente!!! E isso vai dar em que canal?

ArmPauloFerreira disse...

Para já desconheço se passará em algum canal nacional. Só mesmo descarregando da net...

A série parece vir a ser boa, com um bom arranque mesmo que apressado. Contudo instalou no imediato elementos para ter sempre muito por onde fazer casos-da-semana... é esse o maior receio.

A seguir ainda chegará a mini-série "Day One", que é semelhante.

JPCarvalhinho disse...

por esta estou ansioso... mesmo... não me lembro muito da original... só me lembro que me causou pesadelos... e marcou-me.

ArmPauloFerreira disse...

Para já, o primeiro episódio foi bom e resultou eficazmente. Até sabe a pouco... para inicio deveria ter sido um episódio duplo... 45 min foi até pouco e..nunca mais chega o 2º!